Média geral 4.5
baseado em 13 votos
Sua avaliação:
salvando

Viagem ao Fundo do Mar se tornou a primeira das quatro séries de ficção científica para a televisão que o produtor Irwin Allen viria realizar: Perdidos no Espaço, Terra de Gigantes e O Túnel do Tempo. Protagonizada por Richard Basehard (como Almirante Nelson) e David Hedison (Capitão Crane), a série foi apresentada originalmente nos EUA, pela rede ABC, entre 14 de setembro de 1964 e 31 de março de 1968, num total de 110 episódios, divididos em quatro temporadas.
As duas primeiras temporadas de Viagem ao Fundo do Mar acontecem no imaginário de um futuro da década de 1970 e, nas outras duas, os acontecimentos giram em torno do futuro dos anos 1980. Com o desenrolar dos episódios, viu-se histórias fantásticas que exploravam tramas de espionagens e complôs, ambientadas em um cenário futurístico de ficção científica, em função da presença do submarino nuclear e seu arsenal. A tripulação do Seawiew enfrentou terríveis monstros de todo tipo e tamanho, sereias (!), terroristas, espiões, cientistas loucos e até alienígenas. Há histórias com visível influência da série Além da Imaginação (The Twilight Zone, 1959-64).
A série também mostra a participação dos diversos membros da tripulação, que têm uma presença fixa nos episódios, cada um desempenhando uma função e que de alguma forma acabam também envolvidos pela trama do episódio.
Os atores Del Monroe e Mark Slade participaram do longa-metragem e da série de tevê, como membros da tripulação. Del Monroe, que era o marujo Kwoski no filme, passou a ser chamado de Kowalski na série, teve grande destaque em quase todos os episódios. Mark Slade permaneceu somente na 1ª Temporada da série, interpretando o Marujo Malone.
Na época, os roteiristas não estavam acostumados a escrever para esse tipo de programa de ficção. Assim, produziam textos que giravam em torno daquilo que conheciam, com a diferença que as histórias eram situadas dentro de um submarino nuclear.
O primeiro episódio da 2ª Temporada é memorável. Chamado “Jonas e a Baleia”, mostra Nelson e uma cientista russa presos no interior de uma rara e enorme baleia, após o animal engolir o sino de mergulho em que os dois estavam. O ponto alto é que, enquanto esperam ser resgatados, Nelson e a espiã passaram a falar sobre fé. Nelson é ateu, e tenta convencer sua companheira que o mito bíblico de Jonas era um exemplo de estoicismo e esperança.
Exibição no Brasil: TV Record, TV Tupi, TV Bandeirantes, TV Globo, Fox, FX, Rede Brasil...

Estreia Mundial:
19 de Setembro de 1965
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: