Domingo Desperdiçado

1969

Zabitá Nedele

Média geral 3.7
baseado em 11 votos
Sua avaliação:
salvando
79 minutos

É domingo pela manhã. Os sinos da igreja chamam as pessoas para a missa, mas o oficial do exército Arnost ainda está dormindo em seu austero quarto no quartel. Ele acorda lentamente, e sintoniza-se aos poucos com o mundo e com o que fazer neste árido domingo. Carrega o revólver e coloca-o na cabeça e na boca, sem dispará-lo. Curtos flashbacks vêm à sua memória de situações com mulheres levianas e muitas bebedeiras, bem como alguns devaneios sobre casamentos forçados. Ele tem um relacionamento com três mulheres loiras. Duas são adultas: uma delas é esbelta e um pouco arredia, e a outra voluptuosa e possessiva. A terceira é uma menina com quem gosta de conversar. Ele vai até o portão do quartel, e inicia um bate-papo com o sentinela. De repente vê duas jovens tomando banho de sol topless. Como elas estão dentro da área militar, ele ordena ao sentinela para prendê-las. As mulheres não o levam a sério, mas mesmo assim ele escreve um relatório. Fingindo ter esquecido a sua carteira, consegue algum dinheiro emprestado, e vai para um bar para beber com a loira voluptuosa. Fica bêbado, ela quer que ele venha para a sua casa, mas ele recusa bruscamente. Completamente bêbado, de volta à sua cama, ele tem uma visão brilhante com outras duas mulheres loiras.

Estreia Mundial:
1969
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: