Mulher Bonita

2001

Mujer Bonita

Dirigido por:
Média geral 5.0
baseado em 2 votos
Sua avaliação:
salvando
L - Livre para todos os públicos

Charito é uma bela camponesa que vive em uma aldeia na província mexicana. Lá ele se apaixona por Orlando, um jovem de boa posição econômica, cujos pais se opõem a sua relação. A fim de estar juntos, eles decidem ir a Cidade do México, apenas para chegar lá enfrentam muitos problemas, sobretudo econômicos, como ele não conseguir um emprego e sua família se recusa a apoiá-lo de qualquer forma. Charito está grávida, e as coisas são mais complicadas, porque você ficar doente de anemia, que é necessário para o estagiário em um hospital. Enquanto isso, Orlando começa a cansar-se da situação, e é ainda disse para si mesmo que foi um erro ter deixado tudo para Charito. Ao mesmo tempo, ele descobre uma antiga namorada, Sandra, quem sabe rico, é dada a tarefa de lhe amor para o seu caminho para sair da pobreza. No hospital, Charito conhece Sun, uma mulher nobre que é dona de casa, e seu amigo, José Enrique, o jornalista comprometido com seu ofício. A ingenuidade e doçura de Charito José Enrique fazer se apaixonar por ela. Quando Charito dá à luz, Carolina, mãe de Orlando, vem para a capital e leva o bebê com o argumento de que, dadas as circunstâncias, ela pode cuidar da criança enquanto Charito recupera. Uma vez na aldeia, dar a um pouco uma empregada doméstica, e chamar um médico escreve um falso atestado de óbito Charito mostrando quando ele vai reclamar o seu filho. Orlando tem um acidente e fica paralisado, Sandra deixa ele e ele lamenta o que ele fez para Charito. José Enrique decide recuperar o bebê, porque Charito ama e quer vê-la sofrer. Depois de muitos problemas, se o irmão de Carolina diz onde o pequeno. No final, consegue resgatar e retirar Charito. Isso, ele se recusou a aceitar o amor de Jose Enrique, representando extremidades....

Estreia Mundial:
2 de Abril de 2001
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: