Você está em
  1. > Home
  2. > Séries
  3. > Sítio do Pica-Pau Amarelo - Primeira Versão
Média geral 3.4
baseado em 14 votos

Ficha técnica completa


Título Sítio do Pica-Pau Amarelo - Primeira Versão (Original)
Ano produção 1952
Dirigido por
Estreia
3 de Junho de 1952 ( Brasil )
Outras datas
Duração
Classificação
Gênero
Países de Origem

Sinopse

O primeiro programa Sítio do Pica-pau Amarelo estreou em 3 de junho de 1952 (às quintas-feiras, 19h30), com a reprise do episódio "A Pílula Falante", ficando no ar por 11 anos. Paralelamente à exibição ao vivo em São Paulo, a TV Tupi do Rio de Janeiro exibiu, por dois meses no ano de 1955, uma versão da série com direção de Maurício Sherman e produção de Lúcia Lambertini, que também interpretava a Emília ao lado de Daniel Filho (o Visconde) e Zeni Pereira (Tia Nastácia). O elenco em São Paulo foi sendo mudado ao longo do programa. Emília foi interpretada por duas atrizes (Lúcia Lambertini e Dulce Margarida ), Narizinho também (Lidia Rosemberg e Edi Cerri ), já o Visconde teve três atores (Rúbens Molino, Luciano Maurício e Hernê Lebon), Pedrinho foi feito por três atores também (Sérgio Rosemberg, Julinho Simões e David José), Dona Benta foi a que mais teve intérpretes, ao todo quatro (Sydnéia Rossi, Wanda A. Hammel, Suzy Arruda e Leonor Pacheco) e Tia Anastácia também teve duas intérpretes (Benedita Rodrigues e Zeni Pereira).
A fama atraiu os patrocinadores transformando a série no primeiro programa a utilizar a técnica do merchandising na TV brasileira. As histórias não tinham interrupção para o intervalo comercial, por isso, durante os diálogos ou cenas com os atores fixos, eram introduzidas divulgações de produtos como Vitaminas Bolos, Biotônicos Fontoura e Kibon.
Era difícil não seduzir o público infantil e até adulto com os maravilhosos personagens de Monteiro Lobato. Emília a inteligente boneca de pano que falava e se tornou marquesa, Visconde de Sabugosa o boneco de sabugo de milho que após ficar preso numa biblioteca ficou inteligente, Dona Benta a eterna contadora de histórias, Pedrinho e Narizinho, a Tia Nastácia e seus maravilhosos pratos e o Jabutí falante. Sem esquecer da floresta encantada com o Saci Pererê e a Cuca Maluca que metia medo em toda criançada.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.