filmow.com/usuario/pseudokane3/
Moderador
33 anos, Sergipe (BRA)
Usuário desde Dezembro de 2009
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

a + b = ?

Ou seja: não há nenhum filme que eu NÃO queira ver!

(WPC>)

Últimas opiniões enviadas

  • Wesley PC>

    A análise dialógica levada a cabo por duas entidades sumamente cinefílicas como Jean Renoir e Henri Langlois é absolutamente genial, mas o enquadramento monocórdio do filme incomoda um pouco. Tudo bem que tem muito a ver com o estilo rohmeriano, o que redimensiona o tal incômodo para outra seara: a da apreciação histórica propriamente dita, elemento que permeia ambas as análises dos entrevistados. As sutis divergências entre um e outro são espetaculares. Um filme magistralmente reflexivo! (WPC>)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Wesley PC>

    Absolutamente encantado, contemplado e apaixonado por esta obra-prima do Rodrigo Aragão, um dos melhores e mais criativos cineastas brasileiros em atividade no Brasil. Se eu já havia me encantado sobremaneira com o ótimo MAR NEGRO e elogiado as saídas inventivas do prolixo A NOITE DO CHUPACABRAS, este filme aqui sintetiza aspectos de ambos os filmes (demonstrando que o diretor já é mais que capaz de citar a si mesmo) e os corrige, os aprimora... A maturidade é incrível, a cena final é para ser aplaudida de pé!

    Assisti MAR NEGRO ao lado de minha mãe, que tanto gargalhava quanto engolfava com a sanguinolência do mesmo, mas... O filme não é só isso> o sobejo de personagens, a recorrência do mar extremamente platônico, os ótimos efeitos especiais (em termos brasileiros), o frenesi da montagem, os diálogos divertidos, as interpretações esforçadas (ainda que nem sempre interessantes, são todas funcionais, involuntariamente verossímeis), o uso esplêndido da trilha sonora orquestrada (o tema maravilhoso do primeiro filme retorna no clímax), o regionalismo militante (um puteiro chamado Sururu's Club é jogada de mestre) e o brilhantismo aterrorizante das cenas de consumo de carne (o diretor é vegetariano? Só pode!) obrigam-me a favoritar esta obra-prima, a defendê-la com fervor... Absolutamente soberbo, uma aula de cinema, talento e paixão! (WPC>)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
    1 resposta
  • Wesley PC>

    À guisa de reflexão sobre propostas documentais que transcendam "o modelo sociológico do documentário brasileiro", conforme genialmente identificado por Jean-Claude Bernardet, tive o sumo privilégio de exibir este filme, em sala de aula, para uma turma de estudantes de Jornalismo, na manhã de hoje. Ao contrário de configurar uma autopromoção vaidosa, queria com este ato ouvir provocações instauradas pelo filme, aprender com a recepção alheia, debater soluções estético-expressivas que, num sentido, foram frutos de contingências opressivas de produção, mas que, por outro, também deixam claro que obras de arte urgem para existirem, sendo os seus realizadores meros "cavalos", meros suportes terrenos. É assim que me sinto sempre que revejo este curta-metragem. Peço que não seja interpretado como terrivelmente imodesto ao confessar isso, mas, perante O LUGAR EM QUE UM HOMEM MORA, eu praticamente esqueço que eu cometi esta obra e deixo-me invadir por seu brilhantismo denuncista, por seu elã religioso (trans-institucional), pelo sobejo de referências e jogos citacionais, pelo uso sagaz da trilha musical, pelo tom um tanto previdente acerca de modificações que, de fato, ocorreram na região documentada e pela acuidade do título, que vai além, muito além, do que uma rápida interpretação verbal faz pressupor... Digo isso de peito aberto: amo este filme! Pelo que ele é, e não de quem ele veio ao mundo... (WPC>)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Yule Neves
    Yule Neves

    Uhu, é nóis, fechô!
    Vou ver o melhor dia com a galera e te aviso, xêro, coisa linda! ;**

  • Yule Neves
    Yule Neves

    Wesley, eu, piu, besinho, e toda a galera tá pegando a matéria Introd à Filos na turma de audiovisual com o Prof Romero. Ele passou vários filmes pra gente assistir, propomos a você assistir com a gente e depois debatermos juntos (um por semana). O que acha? Só marcar o dia. :****

    Esses são os filmes:
    Acossado (Godard)
    Uma mulher casada (Godard)
    Juventude (Bergman)
    Monika e o desejo (Bergman)
    Terra em Transe (G. Rocha)
    Brecht no cinema (Caixa com três DVD's)
    Amarelo Manga (Claudio de Assis)
    Febre do rato (Claudio de Assis)

  • Douglas Fernandes
    Douglas Fernandes

    Desses, só vi o primeiro e o último.
    Vou atrás dos outros, valeuu