Ana

1982

Ana

Média geral 4.0
baseado em 1 votos
Sua avaliação:
salvando
115 minutos

"Ana" é um filme sobre o tempo interior e as sensações de infância. Um roteiro que focaliza a época da vida em que as emoções renascem sob outras formas, com outros rostos.

Observações:

Usando excertos de poemas de Rainer Maria Rilke e outros textos da autoria de António Reis e Margarida Cordeiro, "Ana", à semelhança de "Trás-os-Montes" impressionou profundamente a crítica internacional, tendo recebido a Espiga de Ouro, relativa ao Grande Prémio do Festival de Cinema de Valladolid, em 1982, e uma Menção Especial no Festival Internacional da Figueira da Foz, em 1982. Participou ainda, entre outros, nos festivais de Veneza, Berlim, Roterdão, Hong-Kong, Montreal, Chicago, Bruxelas, Hamburgo, Los Angels, São Paulo, Manheim, Edimburgo, Lausanne, Genebra, La Rochelle, Locarno (filmes do ano, 1983) e Rimini (melhores filmes da Europa, 1985). Foi seleccionado para os Prémios René Clair (1983) e David di Donatelle (1983). Integrou o programa da Semana dos Cahiers du Cinema (1983).

Estreia Brasil:
1982
Outras datas
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos

Comentar: