Brasil Legal

1994

Brasil Legal

Dirigido por:
Média geral 3.9
baseado em 26 votos
Sua avaliação:
salvando
L - Livre para todos os públicos

Exibido entre 1995 e 1998 e produzido pelo núcleo Guel Arraes, tinha a proposta de mostrar lugares e tipos interessantes, inusitados e, quase sempre, anônimos de diferentes regiões do país.

Foi concebido a partir de um programa-piloto, levado ao ar em 28/12/1994, como parte da programação de fim de ano da Rede Globo, o Brasil legal acabou se tornando um bem-humorado documentário de costumes, graças à veia cômica da apresentadora, Regina Casé.

Segundo Regina, a boa repercussão obtida pelo programa possibilitou uma maior ênfase no seu caráter documental. Assim, pela primeira vez, não foram usados esquetes de humor mesclados às reportagens, como se fizera anteriormente no humorístico Programa legal (1991). Para a apresentadora, acentuar o viés jornalístico do programa tornou possível a experiência de novos recursos.

O programa-piloto abordou diferentes festas populares do país. A direção ficou sob responsabilidade de Belisário Franca. Os redatores eram Paulo Roberto Abrantes, Hermano Vianna, Maria Carmem Barbosa, Luiz Carlos Góes, Alberto Renault, Fausto Fawcett e Pedro Cardoso.

A partir de 1995, a direção do programa passou à Sandra Kogut, a quem se juntaram João Alegria e Luiz Felipe de Sá. Em seguida, até 1997, Alberto Renault e Estevão Pantoja tomariam parte no grupo de diretores que se revezam à frente do programa. Além de Hermano Vianna e Pedro Cardoso, a redação do programa passou a contar com Cláudio Paiva, Jorge Furtado e Guel Arraes.

Vale destacar a edição levada ao ar em 26/12/1995, cuja idéia era estabelecer contatos entre pessoas – anônimas ou famosas – do Brasil e de Portugal, sendo gravada nos dois países.

A partir de 1996, as gravações feitas fora do país foram definitivamente incorporadas ao cotidiano de produção do Brasil legal. Começou-se por uma série de nove programas dedicados aos cearenses espalhados por todo o mundo. Foram produzidas reportagens especiais em Nova York, Londres, Paris e Sydney, com a idéia de criar uma rede mundial de encontros entre as pessoas entrevistadas no programa.

Esta primeira fase foi encerrada no dia 16/12/1997. Naquele ano, o Brasil legal recebeu o prêmio de Melhor Programa da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA).

O Brasil legal voltou a ser transmitido em 1998, com a idéia inicial de exibir seis episódios em datas especiais ao longo daquele ano. No entanto, apenas um episódio chegou a ser produzido e exibido, no dia 26 de abril, tendo o Descobrimento como tema. Além do Brasil, a equipe do Brasil legal viajou para outros países, como Portugal e Holanda, mostrando lugares importantes para a história brasileira.

A direção dessa nova fase ficou com Estevão Ciavatta, e a direção geral, com Alberto Renault. Os redatores foram Paula Müller, Tiago Worcman, Renée Castelo Branco, João Carrascosa, Tatiana Junod e Fernando Ceylão. A redação final esteve a cargo de Alberto Renault e Rafael Dragaud.

Ainda em 1998, Brasil legal deu origem a uma série educativa exibida pelo Canal Futura, chamada Histórias do Brasil legal.

Estreia Brasil:
28 de Dezembro de 1994
Outras datas

Elenco de Brasil Legal

Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: