Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Filmes
  3. > Guts of a virgin
Média geral 2.7
baseado em 23 votos

Ficha técnica completa


Título Shojo no harawata (Original)
Ano produção 1986
Dirigido por
Estreia
1986 ( Brasil )
Outras datas
Duração 72 minutos
Classificação
Gênero
Países de Origem

Sinopse

O destaque da filmografia de Gaira é uma trilogia que só tem relação pelo tema erótico, cheio de “gore” e cenas doentias.

O primeiro deles se chama “Shojo no harawata” (Guts of a Virgin, 86). Algumas modelos vão para uma montanha posar para fotos eróticas. A diversão acaba quando uma criatura com um pênis gigante começa a matar os homens e estuprar as mulheres. O festival de barbáries conta com cenas de intestinos sendo arrancados pela vagina de uma coitada, mutilações, necrofilia e outras doidices que só poderiam vir de um homem que se designa “Gaira”.
(Podemos dizer que este homem é o responsável pelo termo “splatter-sex”. Kazuo Komizu, ou simplesmente Gaira, como ele gostava de se chamar. Este pseudônimo deriva do filme “Furankenshutain no kaijû: Sanda tai Gaira” (Frankenstein's Monsters: Sanda vs. Gaira, 66), onde Gaira é um monstro devorador de homens. )