Paz, Propaganda e Terra Prometida

2004

Peace, Propaganda and Promised Land

Dirigido por:
Média geral 4.5
baseado em 2 votos
Sua avaliação:
salvando
16 - Não recomendado para menores de 16 anos 80 minutos

Paz, Propaganda & a Terra Prometida proporciona uma notável comparação da cobertura que a mídia americana e de outros países fazem da crise no Médio Oriente, mostrando como distorções estruturais nos Estados Unidos foram reforçadas por falsas percepções do conflito Israel-Palestinos.O documentário expõe a forma como os interesses de política externa das elites políticas americanas - tais como o petróleo, a necessidade de ter uma base militar segura na região, entre outros - trabalham em conjunto com as estratégias israelenses de Relações Públicas no sentido de exercer uma poderosa influência sobre a forma como as notícias da região são apresentadas.

Através de depoimentos de acadêmicos, críticos de mídia, ativistas de paz, religiosos e especialistas em Oriente Médio, este filme cuidadosamente analisa e explica como - através da utilização da linguagem, enquadramento e contexto - a ocupação israelense da Cisjordânia e da Faixa de Gaza continua escondida na mídia, e a colonização israelense dos territórios ocupados parece ser um movimento defensivo, e não ofensivo como realmente é.

O documentário explora também como os jornalistas americanos, por motivos que vão desde a intimidação até a falta de investigação exaustiva, tornaram-se cúmplices na execução da campanha de Relações Públicas de Israel. Na sua essência, o documentário levanta questões sobre a ética e o papel do jornalismo, e da relação entre mídia e política.

Os entrevistados incluem Seth Ackerman, Stav Adivi, rabino Arik Ascherman, Hanan Ashrawi, Noam Chomsky, Robert Fisk, Neve Gordon, Toufic Haddad, Sam Husseini, Hussein Ibish, Robert Jensen, Rabino Michael Lerner, Karen Pfeifer, Alisa Solomon, e Gila Svirsky.

Estreia Brasil:
2004
Outras datas

Elenco de Paz, Propaganda e Terra Prometida

Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: