Repórter Assembleia - Museus de Fortaleza

2013

Repórter Assembleia - Museus de Fortaleza

Média geral 3.5
baseado em 2 votos
Sua avaliação:
salvando
L - Livre para todos os públicos 47 minutos

*Para assistir, acesse o trailer.

O programa Repórter Assembleia, do canal Assembleia do Ceará, apresentado por Janaína Gouveia, conta a história dos quatro museus da capital cearense. São eles:

1º E.: Museu do Ceará (1873): Localizado no Centro de Fortaleza, no prédio conhecido como Palacete do Senador Alencar, o museu abriga um acervo de mais de 13 mil peças distribuídas em três importantes coleções: Paleontologia, Arqueologia/Antropologia Indígena e Mobiliário, que contam a história do estado. Exibe também exposições temáticas permanentes, com temas de interesse da história do Ceará, tais como os poderes constituídos, lutas e revoltas populares, religiosidade, produção intelectual e irreverência do cearense.

2º E.: MAUC - Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (1961): O cratreense Antônio Martins Filho (1904 - 2002), escritor, professor, doutor em Direito e reitor da Universidade Federal do Ceará, via a Arte como fator essencial para a formação cultural da sociedade. Superando resistências e aliando forças, inaugurou no campus do bairro Benfica o MAUC, em 25 de junho de 1961, em frente à Reitoria, no cruzamento de duas grandes avenidas de ligação entre as áreas norte-sul e leste-oeste de Fortaleza. Em 18 de julho do mesmo ano, criou o órgão suplementar, pela resolução no 104, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, que mantém a preocupação constante de desenvolver e fortalecer as artes plásticas no Estado desde a sua fundação, quando firmou-se como importante centro de preservação da cultura artística cearense, seja das expressões mais populares às de caráter erudito. Em 1965, com sede própria construída, o museu passou por sucessivas reformas e ampliações, sempre expondo externamente o mural "Jangadas" (1965), de Zenon Barreto. Servido por uma extensa rede de transportes coletivos, encontra-se ao lado de outros equipamentos culturais da UFC como a Rádio Universitária, as Casas de Cultura Estrangeira, os cursos de Arquitetura, Comunicação Social, História, Biblioteconomia, Cinema de Arte, que juntos compõem o Polo Cultural do Benfica. Desenvolveu progressivamente uma política de difusão das produções artísticas através de uma abertura permanente aos eventos temporários bem como abre caminhos pedagógicos para o ensino do desenho, pintura e gravura, sendo nesta área um dos pioneiros no Estado.

3º E.: MIS - Museu da Imagem e do Som do Ceará (1980): Especializado na documentação da produção audiovisual da cultura cearense, o museu cataloga material sobre a capital, artes plásticas, artesanato, festejos, história, literatura de cordel, música, paisagens, personalidades e tipos característicos do Ceará e religiosidade. A pesquisa ao acervo é feita através do banco de dados na sede ou pela internet no site da Secretaria de Cultura do Ceará (SECULT). A documentação de material audiovisual tem início nas instalações do subsolo do prédio da Biblioteca Pública Estadual Governador Menezes Pimentel. Depois de alguns anos o MIS deixou o antigo Departamento de Patrimônio de Bibliografia, passando a pertencer ao Departamento de Audiovisual. Neste processo teve seu acervo ampliado, posto que recebeu equipamentos, documentos, fotos, cromos, fitas de áudio e cordel do extinto Centro de Referência Cultural (CERES), além de uma coleção de filmes da TV Educativa. Foi reinaugurado no dia 7 de agosto de 1996 em sua atual sede. A casa que hoje abriga o MIS foi projetada pelo arquiteto José Barros Maia, (Mainha) para ser residência do Senador Fausto Augusto Borges Cabral, sendo inaugurada em novembro de 1951. Em 1963, por determinação do Governador Virgílio Távora, passou a ser residência oficial e sede do Governo do Estado até 1971. Desapropriada pelo Governo Estadual, foi sede do Museu Antropológico do Ceará até 1990. Além da arquitetura sóbria e harmoniosa, com jardins e flores, a casa conta com a proteção de dois leões de porcelana vindos da cidade do Porto-Portugal, datadas do início do século XX.

4º E.: Seara da Ciência - Órgão de Divulgação Científica e Tecnológica da UFC (1999): Busca popularizar a ciência e colaborar com a melhoria do ensino de ciências na rede de educação pública do Estado do Ceará. Em seu novo prédio, na entrada do Campus do Pici, disponibiliza à comunidade facilidades como: um Museu Interativo de Ciências, Laboratórios de Química, Física, Biologia e Informática, salas de aula, oficina mecânica, Teatro/Auditório e, dentro em breve, um Observatório Astronômico. Mantém um grupo de teatro científico e show de ciências, ministra cursos básicos de Física, Química, Biologia, Matemática, Informática e Astronomia, produz vídeos de caráter científico-cultural e realiza feiras de ciências para as escolas públicas. Todo o trabalho é desenvolvido por professores, monitores e servidores técnicos administrativos.

Estreia Brasil:
10 de Outubro de 2013
Outras datas

Elenco de Repórter Assembleia - Museus de Fortaleza

Denunciar algo errado

Comentar: