Saudade do Cordão

2009

Saudade do Cordão

Média geral 5.0
baseado em 1 votos
Sua avaliação:
salvando
63 minutos

O compositor e violonista Guinga toca há muito tempo com o clarinetista Paulo Sérgio Santos, que ele coloca entre os melhores do mundo: “Benny Goodman perde”, brinca ele, lembrando que conheceu Paulo há mais de 20 anos, em rodas de choro, tocando com o saudoso Raphael Rabello.
“Quando vi o duo Paulo e Raphael, disse pra mim: Tudo que eu quero na vida é fazer com este clarinetista, pela minha música, o que eles estão fazendo pela música brasileira.” E depois de 16 anos tocando pelo Brasil e pelo mundo, eles acabam de gravar seu primeiro CD e DVD juntos: Saudade do Cordão (Biscoito Fino), só com músicas compostas por Guinga.
“Esta foi a gravação mais ensaiada da história,” lembra Paulo. “Dezesseis anos de ensaios,” para oito dias de gravação no Vale da União, em Araras, Petrópolis, em setembro de 2008. Sucessos e duas inéditas compõem o repertório, com participações especiais do baterista Jurim Moreira e do cantor/compositor Lenine, destaque da única faixa cantada do trabalho: Saci, de Guinga e Paulo César Pinheiro.
O CD foi produzido por Mario de Aratanha, e o DVD dirigido por ele e Jeanne Duarte. A direção musical é de Paulo Sérgio Santos, e a direção de fotografia é de Fernando de Aratanha, recém chegado da Califórnia. É um trabalho integrado, com áudio e imagens gravados no Studio Araras, de Sérgio Lima Netto, além de outras locações, como o Estúdio CineViola e exteriores do Vale da União.
“É um DVD essencialmente de música, quase todo gravado ao vivo no estúdio, valorizando a coreografia das mãos e dos dedos, das cordas e das chaves,” explica Aratanha.
Entre os sucessos estão Cheio de Dedos, Cine Baronesa, Catavento e Girassol, Senhorinha, Baião de Lacan, Saci e outras. O Côco do Côco e Destino Bocayuva (esta dedicada ao Paulo, criado em Quintino) nunca tinham sido gravadas por Guinga. E as inéditas são Saudade do Cordão, que deu título ao trabalho, e Porto da Madama, feita ano passado.
Porto da Madama está no CD/DVD em versão instrumental, mas nos Extras, que incluem um bate-papo com Tárik de Souza, um slideshow e um mini-documentário sobre a clarineta, Guinga apresenta informalmente sua versão cantada, também inédita.
“Esta é minha terceira letra… Letristas! Cuidado!”

Estreia Brasil:
2009
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: