Amsterdam Global Village

1996

Amsterdam Global Village

Média geral 4.6
baseado em 4 votos
Sua avaliação:
salvando
245 minutos

"Estou longe em uma viagem distante através de minha própria cidade", diz o cineasta Johan van der Keuken ao final de seu retrato de Amsterdã de quatro horas de duração. A cidade é apresentada como um lugar onde as pessoas de todos os cantos do mundo vivem e exercem sua influência cultural sobre a vida na cidade. Com um moto mensageiro marroquino como figura central, o cineasta apresenta ao público aves de plumagens diferentes. Vemos diversas expressões culturais, como a cena musical House, a chegada de São Nicolau e um ritual de luto ganense. O fator de ligação no filme é o conceito de "movimento". Em outras palavras, Amsterdã como uma aldeia global. A câmera se movimenta durante o filme de três maneiras: por terra, por água (canais) e pelo do ar. O fato de que viajar (ou seja, desenraizamento) é a essência da vida moderna, é ilustrado quando o cineasta vai à guerra da Chechênia com um checheno que vive em Amsterdã para uma visita à sua família. O cineasta faz o mesmo com um boliviano, que vive em Amsterdã com sua esposa holandesa. A conversa com uma velha judia e seu filho, que se esconderam juntos na guerra, pode ser interpretado como uma viagem de volta no tempo. Amsterdam Global Village contém um número impressionante de observações e histórias, que são unidas formando um colar multicolorido. (IDFA)

Estreia Brasil:
1999
Outras datas

Elenco de Amsterdam Global Village

Nenhum.
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: