Corpos Perdidos na Estrada

2010

Corpos Perdidos na Estrada

Dirigido por:
Média geral 0.0
baseado em 0 votos
Sua avaliação:
salvando
115 minutos

César está voltando de uma longa viagem de Goiânia a Belém. Durante 25 dias, ele buscou informações sobre o paradeiro de seu avô Melchíades, desaparecido desde 1958, durante a construção da rodovia Belém-Brasília. César parou em todas as cidades, pesquisou nos cartórios, igrejas, asilos e cemitérios, mas nenhuma pista encontrou. César está abatido e frustrado. Descobrir o paradeiro de Melchíades era o maior sonho de sua avó Almerinda e ele a prometeu, em seu leito de morte, que descobriria. Se preparou durante anos para a grande empreitada. Mas está voltando sem ter desvendado o mistério. Seu avô continua sendo um corpo perdido na estrada.

O filme começa contando um pouco da história de um outro “corpo perdido na estrada”: o engenheiro Bernardo Sayão, o bandeirante moderno, o principal responsável pela abertura da rodovia Belém-Brasília, depois do presidente JK. Emblemático, o filme começa na ponte do Estreito, onde o rio Tocantins e a rodovia se cruzam. O drama termina em Palmas.

Durante a volta de César, uma “caroneira” simples e bonita, recém-ingressa no mundo da prostituição, surge no caminho do personagem. E, nos poucos dias de convivência, a moça provoca uma reviravolta na sua investigação. Mas ela também acaba se tornando mais um corpo perdido na estrada

Estreia Mundial:
2010
Outras datas

Elenco de Corpos Perdidos na Estrada

Nenhum.
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: