Enfim, o Cinema

2011

Vivement Le Cinema

Média geral 4.3
baseado em 33 votos
Sua avaliação:
salvando
10 - Não recomendado para menores de 10 anos 52 minutos

Este filme pretende mostrar como a invenção do cinema foi inevitável e também como poderia ter sido um mero acidente. Tudo começou no centro de Paris, numa sala escura, em 28 de março de 1789, quando Étienne-Gaspard Robertson fez uma de suas primeiras exibições de seu Fantasmagoria – com fantasmas e espectro dançando. Mas como passamos do aperfeiçoamento da lanterna mágica à cinematografia dos irmãos Lumière?

A invenção nasceu durante o século XIX, do cruzamento imprevisível de duas pesquisas paralelas – a dos “brinquedos filosóficos” e da fotografia do movimento. Chamados originalmente de dispositivos ópticos – como o cinesígrafo, o zoetrópio, o praxinoscópio e o fenacistoscópio, sem nos esquecermos do revólver fotográfico – eles associavam o reino dos brinquedos com o reino do pensamento, refletindo tanto o fascínio pelos efeitos mágicos, produzidos pela animação e pela velocidade, quanto o desejo de entender a anatomia humana e analisar o fenômeno da visão.

Todos esses dispositivos ópticos nasceram do amor ao espetáculo e da vontade de adquirir conhecimento. Robertson, Reynaud, Plateau, Muybridge e Marey foram os precursores da aventura. Graças a esses inventores brilhantes, atravessamos o século 19, terminamos em 1895, em Paris, no Salon Indien du Grand Café, onde se realizou a primeira exibição pública de um filme.

Estreia Mundial:
2011
Outras datas

Elenco de Enfim, o Cinema

Nenhum.
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: