Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > François Sagat
39Número de Fãs

Nascimento: 5 de Junho de 1979 (39 years)

- França

François Sagat nasceu em Cognac, no sudeste da França tendo ele descendência de direta de eslováquios. Sagat se mudou para Paris com dezoito anos, na tentative de trabalhr na industria da moda. Desde a infância, Sagat era fascinado pela moda e pelos desenhos. Após estudar moda por dois anos em Paris, tendo trabalhado, como ele próprio afirma, "como um assistente escravo" em diversas casas de moda, ele abandonou a profissão. Ele sentia que não estavam aparecendo as oportunidades que ele merecia, sendo que o trabalho na industria na moda tinha lhe custado dinheiro, pois diversas vezes não tinha sido pago por seu trabalho.

Por volta dos trinta e um anos de idade, Sagat se voltou para trabalhar no Mercado de filmes eróticos. Ele fez diversos ensaios para empresas francesas, mas achou que estava sendo negligenciados por elas, então resolveu partir para frente das câmeras. Pouco tempo depois ele foi contratado por um estúdio pornográfico francês chamado Citebeur enquanto estava em um bate papo gay na internet. Ele aceitou a oferta, e algumas semanas mais tarde gravou o seu primeiro filme. O filme se tornou um sucesso instantâneo, e Sagat decidiu se dedicar com total exclusividade à industria pornô. Seis meses depois ele foi convidado para se mudar para os EUA, e lá filmou a primeira cena para o filme Arabesque.

Nos Estados Unidos, Sagat rapidamente encontrou o nicho dos filmes com musculosos, e logo se tornou famoso por suas tatuagens, especialmente à do seu couro cabeludo. Em uma recente entrevista, ele explicou que seu cabelo começou a diminuir, e que achava a sua cabeça muito longa e desproporcional. Na tentativa de deixar seu crânio mais proporcional, ele decidiu fazer uma tatuagem que parecesse couro cabeludo. Ele também acrescentou algumas linhas perpendiculares ao estilo Hip Hop. Ele possui uma outra muito famosa: uma mistura de uma meia lua com um estrela, muito parecida com as bandeiras da Turquia e da Tunísia. Ele explicou que ama homens árabes e que sua tatuagem é um tribute a essas pessoas e a suas culturas que ele tanto respeita.

Embora conhecido por seus filmes gays, em 2007 ele apareceu em sua primeira cena bisexual no filme Gay Arab Club. No mesmo ano, ele foi indicado para seis GayVN Awards, e ganhou o de revelação. Em 2009, ele apareceu como um viciado em Saw VI, Franquia de terror dirigida por Kevin Greutert.

Apesar do sucesso nos filmes pornográficos, ele começou a envolver-se com produções não pornográficas. Em 2007, ele apareceu junto de outras celebridades em um documentário de Olivier Nicklaus sobre nudez chamado La nudité toute nue. O documentário foi transmitido no Canal+ e em outras grandes redes.

Baseado nesse sucesso, em 2010 ele apareceu em em outro filme de terror dirigido por Bruce LaBruce chamado L.A. Zombie onde ele interpreta um esquizofrênico de rua que pensa que é um alienigena e que foi enviado a terra, vaguando pelas ruas de Los Angeles, tentando trazer os mortos de volta fazendo sexo. Ele também aparece em Homme au bain (Homem na Banheira) dirigido por Christophe Honoré. Ele interpreta Emmanuel, um traficante gay que vive com seu amante. Após uma briga entre os dois, o casal acaba se separando. O filme segue separadamente cada um deles, descobrindo como a separação e o sofrimento dos dois os leva para uma realidade dolorosa. O diretor Christopher Honoré disse ao site gay francês que ele estava interessado em Sagat porque ele "redefine a noção de masculinidade".

Ambos L.A. Zombie e Homme au bain estreiaram no Locarno International Film Festival na Suíça em 2010, fazendo de François Sagat o unico ator com dois papéis principais durante a competição. L.A. Zombie também era para ser exibido durante a Melbourne International Film Festival na Austrália, mas foi banido devido a problemas com a classificação indicativa do filme.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.