Jorge Ben Jor: Energia

1982

Jorge Ben Jor: Energia

Média geral 4.8
baseado em 10 votos
Sua avaliação:
salvando
54 minutos

Energia é um especial produzido e gravado pela Rede Globo em fevereiro 1982, no antigo Teatro Fênix, em que o ancestral “Jorge Ben” (Ben Jor a partir de 1989, por conta da numerologia) realiza um verdadeiro baile com amigos, figuras afetivamente ligadas a sua música. Dessa forma temos uma Baby do Brasil (na época Consuelo) de madeixas coloridas praticando cidadania ao cantar com o anfitrião Curumim Chama Cunhatã Que Eu Vou Contar (Todo Dia Era Dia de Índio); Um encontro dos reis dos suingue brasileiro Jorge e Tim em Lorraine; a presença do primeiro guitarreiro do Brasil, Luiz Wagner Guitarreiro, no acompanhamento da música homônima; um Fábio Júnior ainda jovem com Ben Jor em Katarina, Katarina; além de Caetano Veloso no hit Ive Brussel e a bateria do Salgueiro (escola de Ben Jor) em O Dia que o Sol Declarou seu Amor pela Terra.

Entre uma participação e outra, um passeio pelos clássicos da carreira como A Banda do Zé Pretinho, Santa Clara Clareou, Taj Mahal e a épica País Tropical. Nos extras, making of do show- com a participação de Zico em Para que Digladiar- e a presença luxuosa de Gal Costa, que sai da platéia para acompanhar Ben Jor em Que Pena (um dos primeiros e grandes sucessos da cantora). A banda é formada por Peninha (bateria), Nenê da Cuíca, Joãozinho, Bidu e Luiz Carlos (percussão), Serginho Trombone (no instrumento homônimo), Paulo de Castro (violino), Ricardo Duna (piano) e Roberto Lly (contrabaixo). Energia constitui um registro fundamental de um dos maiores nomes da nossa música, um flagrante descontraído e festivo de um artista atemporal, em plena maturidade. Para o cavaleiro das guitarras Jorge Ben Jor o tempo, cronologicamente, é um conceito um tanto relativo.

Estreia Brasil:
1982
Outras datas
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: