Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Mary Carlisle

Mary Carlisle

Nomes Alternativos: Gwendolyn L. Witter

1Número de Fãs

Nascimento: 3 de Fevereiro de 1914 (104 years)

Boston, Massachusetts - Estados Unidos da América

Mary Carlisle (nascida Gwendolyn Witter em 03 de fevereiro de 1914) é uma atriz e cantora americana aposentada. Nascida em Boston, Massachusetts, ela estrelou em vários filmes de Hollywood na década de 1930, tendo sido uma das quinze meninas selecionadas como "WAMPAS Baby Stars", em 1932.

Carreira: Mary Carlisle nasceu como Gwendolyn Witter em 03 de fevereiro de 1914, em Back Bay, Boston. Sua mãe era Leona Ella Witter. Nascida em uma família religiosa, ela foi educada em um convento em Boston. Seu pai morreu quando ela tinha quatro anos de idade. Leona Witter mais tarde casou-se novamente, com o industrial Henry J. Kaiser. Carlisle e sua mãe, em seguida, mudaram-se para Los Angeles, onde seu tio vivia. Ele deu-lhe a oportunidade de aparecer no longa de Jackie Coogan ''Long Live the King'' em 1923, pelo qual não recebeu créditos.

Carlisle foi descoberta pelo executivo Carl Laemmle, Jr. aos 14 anos quando estava almoçando com sua mãe na Universal Studios. Elogiando sua aparência angelical, ele ofereceu-lhe um teste de tela. Embora tenha passado no teste e começado a fazer trabalhos como extra na Universal, ela foi impedida por um assistente social que notou que ela era menor de idade e tinha que terminar a escola primeiro.

Após terminar os estudos, dois anos depois, dirigiu-se para o estúdio Metro-Goldwyn-Mayer para trabalhar nos filmes. O diretor de elenco perguntou se ela sabia dançar, e quando respondeu que sabia, ele marcou uma audição para dois dias depois. Carlisle, que tinha mentido sobre suas boas habilidades de dança, tomou aula de sapateado por um dia. Ela assinou um contrato de um ano com a MGM, em 1930, e foi utilizada como dançarina de back-up.

No início de sua carreira no cinema, ela teve pequenos papéis em filmes como ''Madame Satã'' (1930) e ''Um Sonho Apenas'' (1930). Ela também teve um papel no clássico ''Grande Hotel'', em 1932. Ganhou reconhecimento quando foi selecionada como uma das WAMPAS Baby Stars (jovens atrizes que se acreditam estar no caminho para o estrelato) em 1932. Sua maior oportunidade de atuar veio quando a Paramount a emprestou para o filme ''Mocidade e Farra'' (1933), onde atuou ao lado de Bing Crosby. O desempenho foi aclamado pela crítica e ela mais tarde passou a fazer mais dois filmes com ele: ''O Dobro ou Nada'' (1937) e ''Doutor Remi-Bemol'' (1938). Ela continuou trabalhando para diferentes estúdios, principalmente em filmes B como protagonista.

Casamento e aposentadoria: Carlisle casou-se com o ator James Edward Blakeley (1910 - 2007) em 14 de março de 1942, que mais tarde tornou-se um dos produtores executivos da 20th Century Fox. Carlisle se aposentou dos filmes pouco depois de se casar. O casal teve um filho durante o casamento de quase 65 anos. Anos mais tarde, ela estava no comando do Elizabeth Arden Salon, em Beverly Hills, Califórnia.

Em 8 de fevereiro de 1960, aos 46 anos, ela recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. Com a morte de Gloria Stuart e Barbara Kent, Carlisle se tornou a única sobrevivente das "WAMPAS Baby Stars".
Mary Carlisle completou um centenário em fevereiro de 2014.

Cônjuge: James Blakeley (de 1942 a 2007)
Pais: Henry John Kaiser, Leona Ella Witter
Avós: Franz Kaiser, Anna Marie Kaiser
Tias: Elizabeth Kaiser, Augusta Kaiser, Anna Kaiser