Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Michael Wahrmann
8Número de Fãs

Montevidéu, Uruguai

Michael Wahrmann, Diretor e Roteirista, nasceu em 1979, em Montevidéu, no Uruguai. Aos seis anos, emigrou para Israel. Durante a adolescência, militou em movimentos da esquerda, organizando manifestações e seminários em prol da paz e pelo fim do conflito no Oriente Médio. Com 18 anos, entrou no serviço militar e foi marinheiro durante três anos.

Em 2000, teve as primeiras experiências em fotografia e literatura. Em 2001, realizou a mostra fotográfica “123 Testando”, na Galeria Hottentot. No mesmo ano, ganhou menção honrosa no concurso de contos La Limpia Palabra, no Uruguai.

Em 2002, entrou para a Academia Bezalel de Artes e Design, em Jerusalém, onde descobriu a paixão pelo vídeo e pelo cinema. Já no primeiro ano, ganhou o prêmio de excelência por seus estudos. Em 2004, mudou-se para São Paulo e recebeu uma bolsa para estudar cinema na FAAP. Graduou-se em 2007.

Em 2009, fundou a Sancho Filmes, Avós é seu primeiro filme, estreando no Festival Internacional de Cinema de Berlin, recebendo vários prêmios no Brasil e no exterior, entre eles, a Placa de Ouro para melhor ficção no Festival Internacional de Cinema de Chicago.

Em 2010, apresentou na 29a Bienal de Artes de SP, a vídeo instalação, ESPOSA.

Atualmente esta terminando dois novos curtas, em vídeo e 35mm, pré – produzindo dois novos curtas e escrevendo seu primeiro roteiro de longa-metragem.

Entre seus trabalhos como diretor e roteirista, estão:

“Avós”, 2009, 12 min, Super 8 > HDCAM >35mm, Brasil

“The Sofa”, 2003, 2 min, Stop-Motion, Israel

“Quem é a Sra. Maria Augusta”, 2005, 10 min, DV, Documentário, Brasil

“Faixa”, 2008, DV, 1 min, Brasil

Como editor:

“Praça Walt Disney”, 2011, de Renata Pinheiro e Sergio Oliveira, Curta, em pos-produção .

“Circuito Interno”, Brasil, 2010, short, 35mm, 13 min, de Julio Martí – Premio Especial do Jurí – CINEPE – Recife 2010

“Casa”, Brasil/Alemanha, 2009, 5 min., Experimental de Luiz René Guerra para “Fucking Different, São Paulo”

“O Bebê de Eisenstein”, Brasil, 2007, 15 min, Vídeo de Paolo Gregori.