O Primo do Cangaceiro

1955

O Primo do Cangaceiro

Dirigido por:
Média geral 3.0
baseado em 1 votos
Sua avaliação:
salvando
85 minutos

"Ao ver chegar o seu fim, Lampião manda que Corisco procure Tetéu, que será o novo chefe do bando. Despedido da farmácia de "seu" Ferreira em Aroeiras, leva Tetéu um grande amor pela jovem Rosinha que está noiva do Dr. Leonel. Caminhando pela estrada, mete-se numa confusão involuntária com o Sargento Cabrita, quando vem a ser descoberto por Corisco, que o carrega para o acampamento. Lá estão, à sua espera, o despeitado Cascavel, e a gorda Maria Feiosa, que começou a assediar Tetéu, cujo "nome de guerra" passa a ser Gaz Neon! Graças ao seu espírito renovador, Gaz Neon, empreende reformas radicais no acampamento e nos métodos de ação dos bandoleiros, até que um dia é forçado a ir à cidade de Aroeiras, onde vai encontrar em luta eleitoral o farmacêutico Ferreira e o promotor Eleutério, e, por outro lado, em sucessivas cenas de ciúme, Rosinha e o dr. Leonel, por causa da perseguição que lhe move uma moça de nome Uracema, Tetéu decide interferir nas eleições da Liga Progressista a favor do antigo patrão, e assalta a mesa apuradora presidida pelo juiz Gaudêncio." (Sinopse do Press-release)

Estreia Brasil:
1955
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: