Retrato Falado

2000

Retrato Falado

Dirigido por:
Média geral 3.6
baseado em 38 votos
Sua avaliação:
salvando

Em maio de 2000, a atriz e comediante Denise Fraga estreou Retrato Falado, um quadro de humor baseado na vida real, tornando-se rapidamente um dos maiores sucessos do Fantástico.

Dirigida por Luís Villaça, a atriz encenava histórias verdadeiras, enviadas pelos telespectadores por carta ou e-mail. Os casos selecionados eram transformados em roteiro pelos autores José Roberto Torero, Maurício Arruda, Mariana Veríssimo, Lícia Manzo e Marcus Aurelius Pimenta. Depois, os telespectadores gravavam seus depoimentos em frente às câmeras, e seus relatos serviam de fio condutor da narrativa, entremeando as passagens encenadas pelos atores.

O quadro apresentou histórias românticas, cômicas, tragicômicas, dos mais variados tipos, nas quais Denise Fraga encarnou um catálogo vastíssimo de personagens reais. A atriz contracenava com um elenco que misturava atores famosos – como Evandro Mesquita e Selton Mello – e outros ainda pouco conhecidos. Alguns se destacaram tanto no quadro que acabaram participando de outras produções da TV Globo, como Eduardo Estrela – que ganhou um papel na novela Mulheres Apaixonadas –, Graziella Moretto – que atuou em episódios dos humorísticos Os Normais e Minha Nada Mole Vida – e Maurício Marques – que trabalhou no último episódio da segunda temporada de Carga Pesada.

Retrato Falado ficou no ar até 2001, quando ganhou o prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte na categoria Humor. No ano seguinte, o quadro deu lugar a Dias de Glória, no qual Denise Fraga vivia a protagonista de histórias que misturavam ficção e fatos marcantes do noticiário político do país.

Retrato Falado voltou a ser exibido em 2003, atendendo aos pedidos dos telespectadores, que, mesmo com o programa fora do ar, continuaram a enviar cartas e e-mails contando histórias para serem encenadas.

Estreia Brasil:
2000
Outras datas

Elenco de Retrato Falado

Denunciar algo errado
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: