Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > henriqkun
22 years (BRA)
Usuário desde Fevereiro de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Apaixonado por cinema e pela galerinha do olho puxado.

Onde escrevo sobre Kpop - https://meusdeliriosdamadrugada.wordpress.com

Onde escrevo sobre cinema - https://osdevaneioscinefilos.blogspot.com.br

Onde escrevo sobre animes - https://refugiodosveteranos.wordpress.com

Letterboxd - https://letterboxd.com/DallaCorte/

Últimas opiniões enviadas

  • Carlos Henrique Dalla Corte

    A cena final é uma das mais carinhosas que já assisti - e foram muitas.

    Assim como outros no estilo, Ozu e seus influenciados - Koreeda, principalmente -, Yamada, aqui, traça um conto de legado e relações familiares, em paralelo com a urbanização e desenvolvimento desenfreados do Japão, que enriquece mas também empobrece, clamando por um equilíbrio e respeito entre passado e futuro, esboçado pela convivência do patriarca da família com seus filhos e netos.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Carlos Henrique Dalla Corte

    Não vi ninguém comentando isso, mas além das temáticas sociais de união, amadurecimento e compulsão tecnológica, o filme é uma analogia a um ocorrido que em muito concerne ao Japão na WWII, isto é, as bombas de Hiroshima e Nagasaki, onde algo criado por um gênio em prol do avanço tecnológico, o progresso, é subvertido a uso nocivo à humanidade, em utilização bélica e destrutiva.

    Só substituir pelo Bot.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.