Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Elisha Cook Jr.

Elisha Cook Jr.

Nomes Alternativos: Elisha Vanslyck Cook Jr.

13Número de Fãs

Nascimento: 26 de Dezembro de 1903 (91 years)

Falecimento: 18 de Maio de 1995

San Francisco, California - Estados Unidos da América

Foi um ator norte-americano que fez uma carreira interpretando bandidos covardes e neuróticos em dezenas de filmes. Cook começou no teatro aos 14 anos. Ele era um ator no Leste e Centro-Oeste, antes de chegar em Nova York.

Biografia

Filho de farmacêutico, Cook estreou no teatro aos quatorze anos. Contracenou com Ethel Barrymore na peça Kingdom of God, viajou com sua companhia para Londres, trabalhou em espetáculos de variedades e fez sucesso com Ah, Wilderness! ("A Juventude Não É Tudo", no Brasil), de Eugene O'Neill. Estreou no cinema em 1930 com a transposição para as telas de Her Unborn Child, um de seus sucessos nos palcos. Entretanto, somente seis anos depois passou a dedicar-se aos filmes em tempo integral.

Após papéis de colegiais em filmes inexpressivos, Cook foi descoberto pelos estúdios e tornou-se um dos atores secundários mais facilmente reconhecíveis pelo público, e um dos prediletos da crítica. Baixote, franzino, cara de infeliz, olhar desconfiado e assustado, nervoso, covarde, encrenqueiro, sádico e neurótico, Cook quase sempre era humilhado, hostilizado, vitimizado, surrado, traído e morto. Seu papel mais importante talvez tenha sido o de Wilmer Cook, o gângster engomadinho que tenta amedrontar Humphrey Bogart em Relíquia Macabra (The Maltese Falcon, 1941), mas brilhou também em A Dama Fantasma (The Phantom Lady, 1944), À Beira do Abismo (The Big Sleep, 1946), Nascido para Matar (Born to Kill, 1947), Almas Desesperadas (Don't Bother to Knock, 1952), Os Brutos Também Amam (Shane, 1953) e O Grande Golpe (The Killing, 1956). Cook frequentemente morria de forma violenta: estrangulado em A Dama Fantasma, abatido friamente a tiros por Jack Palance em cena clássica de Os Brutos Também Amam, envenenado em À Beira do Abismo, esfaqueado em O Negócio É Dar no Pé (The Black Bird, 1975) etc.

Cook continuou a atuar esparsamente no teatro e apareceu na televisão como convidado em diversas séries, mas permaneceu fiel ao cinema até a década de 1980. Passou os últimos anos vivendo próximo ao deserto, em Bishop, Califórnia. Casou-se duas vezes, em 1929 com Mary Lou Cook, de quem se divorciou em 1942, e em 1943 com Peggy McKenna, com quem permaneceu até sua morte, em 1995, vítima de derrame cerebral. Não deixou filhos.