Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Natacha Rambova

Natacha Rambova

Nomes Alternativos: Winifred Kimball Shaughnessy

7Número de Fãs

Nascimento: 19 de Janeiro de 1897 (69 years)

Falecimento: 5 de Junho de 1966

Salt Lake City, Utah, EUA - Estados Unidos da América

Natacha Rambova (Salt Lake City, Utah, EUA, 19 de janeiro de 1897 - Pasadena, Califórnia, EUA, 5 de junho de 1966) foi uma figurinista, diretora artística, roteirista, produtora e atriz do cinema mudo estadunidense. Grande parte de seus trabalhos foram com a atriz Alla Nazimova. Ela se tornou mais conhecida, porém, por seu casamento com o ator Rodolfo Valentino, sobre a carreira do qual ela exercia controle, criando, na época muitas controvérsias.
Durante o casamento com Rodolfo Valentino, Rambova foi constantemente criticada pelo controle que exercia sobre a carreira dele. Valentino era uma pessoa submissa, e não gostava de lidar com finanças e negócios[6].

Quando Valentino trabalhou em Blood and Sand (1922), Rambova teve várias intromissões durante a filmagem, causando atritos entre ele e o diretor, encorajando-o a exigir que a locação fosse feita na Espanha[7]. Tal exigência foi adiada, com a promessa de que o próximo filme fosse The Spanish Cavalier, na Espanha.

Quando surgiu o escândalo da bigamia (Valentino ainda era casado com Jean Acker), houve a separação forçada do casal, e eles continaram trabalhando (separadamente) na produção de Mathis, “The Young Rajah”. Fragmentos deste filme ainda existem, tendo sido redescobertos em 2005. O filme não superou as expectativas e não teve uma boa performance financeira. Valentino colocou a culpa da falta de lucratividade do filme em sua separação de Rambova.

No final de 1922, Valentino conhece George Ullman, que viria a ser seu empresário. Ullman havia trabalhado com a “Mineralava Beauty Clay Company”, e os convenceu, a ele e a Rambova, que Valentino era perfeito para ser orador, graças a sua legião de fãs. A tour foi um grande sucesso, com Valentino e Rambova fazendo performances em 88 cidades nos EUA e Canadá.

Rambova continuou, durante os vários filmes de Valentino, a exercer controle sobre ele e fazer intromissões em sua carreira. O filme “Monsieur Beaucaire”, onde Valentino interpretava o Duke de Chartres, ficou ruim e a audiência americana achou "afeminado". A falha do filme, controlado por Rambova, é considerada a prova para Valentino bani-la de seus sets.

Muitos amigos de Valentino não gostavam de Rambova e seu controle sobre o amigo. Durante seu relacionamento com Rambova, Valentino perdeu muitos amigos e sócios em negócios - incluindo June Mathis. Mais ao fim do casamento, Rambova foi banida dos sets de Valentino contratualmente. Divorciaram-se em 1925, amargamente, com Valentino não dando um dólar seu a Rambova.

Rambova trabalhou em What Price Beauty?que ela escreveu e produziu. Nita Naldi estrelou, e um pequeno papel teve Myrna Loy em sua primeira atuação[8].

Após o divórcio de Valentino, Rambova produziu e estrelou o filme Do Clothes Make the Woman?/ When Love Grows Cold. Muito desse filme se perdeu, apenas alguns fragmentos do trailer promocional foram recuperados[9].

Após a morte de Valentino, Rambova estrelou uma temporada no teatro da Broadway. Escreveu um trabalho intitulado All that Glitters, que supostamente descrevia detalhes de seu tempo com Valentino.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.