Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Patrick McGoohan
19Número de Fãs

Nascimento: 19 de Março de 1928 (80 years)

Falecimento: 13 de Janeiro de 2009

Astoria, Queens, New York City, New York, EUA

Foi um ator, roteirista e diretor de cinema estado-unidense. Apesar de ter nascido nos EUA, obteve sucesso através de séries e filmes britânicos. McGoohan foi um ator irlandês e estado-unidense que cresceu na Inglaterra e Irlanda, tendo obtido por duas vezes o Emmy. Tornou-se mundialmente conhecido graças a seu papel na série The Prisoner. Um de seus últimos grandes personagens no cinema foi em Braveheart, como Eduardo I de Inglaterra.

McGoohan nasceu em Astoria, Nova Iorque, filho de Thomas McGoohan e Rose Fitzpatrick, que viviam nos EUA depois de terem emigrado da Irlanda em busca de trabalho. Pouco depois do seu nascimento, os pais de McGoohan retornaram a Mullaghmore, Condado de Leitrim, na República da Irlanda, e, sete anos mais tarde, mudaram-separa Sheffield, na Inglaterra. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial em 1939, McGoohan foi evacuado par Loughborough, Leicestershire, onde frequentou o Ratcliffe College, tendo se destacado em matemática e boxe.

McGoohan abandonou a escola aos dezesseis anos e retornou a Sheffield, onde trabalhou como criador de galinhas, atendende em banco e motorista de caminhões, antes de obter um emprego como chefe de palco no Sheffield Repertory Theatre. Quando um dos atores adoeceu, Patrick substituiu-o, lançando assim sua carreira como ator. Apaixonou-se por uma atriz chamada Joan Drummond, a mulher a quem ele, alegadamente, escreveu bilhetes de amor todos os dias. Eles formaram um dos casais mais felizes do show business, casando-se entre os ensaios de The Taming of the Shrew e uma apresentação noturna em 19 de maio de 1951. Tiveram três filhas, Catherine (n. 1952), Anne (n. 1959) e Frances (n. 1960).