Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > thomaz1983
36 years Borda da Mata - (BRA)
Usuário desde Abril de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Thomaz Antônio de Freitas

    Charles Laughton é a viva imagem do excêntrico monarca inglês do título tal e como o retratou Holbein, o Jovem, em seu célebre quadro. Muitas vezes o personagem soa caricato, porém a verdade faz o seu caminho através da hilaridade. O ator retrata admiravelmente a vaidade do rei, sua impetuosidade, senso de humor, coragem e medo. É divertido ver a cara que ele faz quando zomba e como reage às pessoas ao seu redor. Ele raramente consegue esconder o que pensa. Elsa Lanchester, mulher de Laughton na real life, também aparece muito bem, como Ana de Cléves, sua 4ª esposa no filme. "Os Amores de Henrique VIII" colocou a indústria britânica de cinema no mapa de Hollywood e demonstrou, ainda, que o diretor/produtor Alexander Korda era um observador inteligente, um tanto conservador e, não raro, cínico do comportamento humano.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Thomaz Antônio de Freitas

    O documentário não levou o Oscar e já há manifestantes saindo às ruas dizendo que é "golpe". Assim como o Flamengo, o filme perdeu mas ganhou o troféu de "Jogou de Igual pra Igual". Parabéns! Outra coisa que chamou a atenção foi o figurino de Petralha Costa que compareceu à cerimônia vestida de vermelho, o que não quer dizer nada. Não é só porque ela fez um documentário insinuando que a Dilma é inocente, que o Lula foi injustiçado e porque ela foi usando um vestido vermelho pra cerimônia, que ela foi militar no Oscar. Nada a ver...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Thomaz Antônio de Freitas

    Excelente adaptação do romance de Sinclair Lewis sobre o industrial americano de meia-idade que se aposenta e vai para a Europa, onde ele e sua esposa encontram diferentes conjuntos de valores e novos relacionamentos. Escrito de forma inteligente (por Sidney Howard), lindamente filmado, extremamente bem atuado, com Huston recriando seu papel da Broadway. John Payne (anunciado como John Howard Payne) estréia na tela em papel pequeno. Ganhou o Oscar de Decoração de Interiores (Richard Day). Filme de Hollywood incomumente maduro, a não perder.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Ivonete D.
    Ivonete D.

    Olá Thomaz, vi que como eu, também gosta de filmes antigos, só que os filmes de sua listagem são ainda mais antigos que os da minha... rsrsrs

  • Marcello
    Marcello

    Valeu mano, pra você também! Um 2020 com muita paz, alegria e saúde pra ti!
    Alterei o título lá. Abraço!

  • Marcela Veloso
    Marcela Veloso

    Olá! Eu amei a lista.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.