Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Tomas Portella
2Número de Fãs

Nascimento: (39)

- Brasil

Nascido em 1979, já trabalhou como assistente de direção em cerca de 20 filmes, entre eles, Tainá 2 – A aventura continua e Meu nome não é Johnny, ambos de Mauro Lima, Lisbela e o prisioneiro (2003) e O bem amado (2010), ambos de Guel Arraes e Ensaio sobre a cegueira (2008), de Fernando Meirelles. Assinou seu primeiro trabalho na direção em 2011, com o longa-metragem Qualquer gato vira-lata, adaptação da peça homônima de Juca de Oliveira.