Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/aion/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > aion
28 years, Rio de Janeiro - RJ (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

http://www.youtube.com/watch?v=36jo1BYSY0A

"There may be more beautiful times, but this one is ours."
— Jean-Paul Sartre

Últimas opiniões enviadas

  • Aion

    Um filme feito em 2017 que ainda recorre aos clichês batidos do gênero para gerar suspense, de forma bem clara: a estupidez da personagem principal que não passa de uma marionete inerte e submissa, com o único objetivo de servir aos impulsos doentios do psicopata da vez.

    Tanto faz e pouco importa que haja zero desenvolvimento de qualquer uma das duas personalidades, tudo vai caminhar exatamente de acordo com um roteiro raso e pueril, incapaz de criar tensão por si só, em vez disso se apóia, justamente, em todas aquelas atitudes (ou falta de) da personagem que se encontra a mercê do que virá.

    Vamos esquecer da inocência latente, de confiar de cara em um estrangeiro, não é culpa da vítima a psicopatia alheia. Mas, uma vez dentro daquela prisão, porque CARALHOS, em toda oportunidade, ela opta pela inanição? Com uma chave de fenda você mira na mão e não na cabeça? Com a chave da porta você deixa a mesma aberta depois de passar por ela? Sem contar o arsenal de armas e possibilidades de emboscada que existia naquele loft, AINDA ASSIM... nada. Mesmo sem cartão sim ela poderia fazer uma chamada de emergência. E ainda assim... nada.

    É frustrante ver que um filme todo é construído com a suposição de que quem o assiste seja um completo imbecil.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Aion

    Assisti a um filme bobo. Não chega nem ser um espanto entrar aqui e ver o desfile de adjetivos (clichês a essa altura) rasos para descrever um filme... raso. E bobo. "Sutil, belo, íntimo, silencioso, delicado, uma flor, etc.", com todo respeito, mas pra mim isso é um monte de baboseira copiada e colada do anterior.

    Em momento algum o filme decidi ser alguma coisa, nem road movie, nem drama. Não desenvolve a relação (ou falta de) da personagem principal com o trabalho, sua rotina e a posterior demissão. Não constrói um mínimo de background sobre essa mesma personagem pra que tenhamos uma conexão.

    E como se não bastasse tudo isso, ainda de quebra, o seu insosso irmão como personagem tá sempre ali pra navalhar qualquer tentativa da narrativa de focar em um centro. Os parcos diálogos são bobos, infantis e pueris. Beira uma tolice a introdução da filha do patrão que 'promoveu' toda essa jornada, mas principalmente porque o roteiro abdica de desenvolver. Na realidade, nenhuma relação ali é desenvolvida.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Aion

    Estilisticamente é uma bagunça. Quando mira em Enter the Void, acerta num pastiche de Tree of Life com Knight of Cups. Falta a força e densidade de Noé, sobra o que há de etéreo e espectral em David Lynch. Eu não sei se isso é mérito ou demérito, o recorrente uso de nomes, estilos e identidade de cineastas distintos aqui nos comentários, mas a verdade é que me senti perdido nessa mistura de estilos, não tanto pela originalidade (ou falta de) e mais pela ausência de coesão.

    E se o aspecto estético/visual/sensorial, que deveria ser a força motriz do filme, falha tão categoricamente, o fiapo narrativo pouco consegue prover sustentação. Claro, as atuações, nessas circunstâncias, precisavam ser fora do normal, absurdas. Só assim pra conduzir esses 180 minutos.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Aion.