Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/birovisky/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > birovisky
27 years Matão - (BRA)
Usuário desde Fevereiro de 2016
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Veja bem, eu sou um homem de gostos simples. Eu gosto de pólvora, dinamite e gasolina. Você sabe o que essas coisas tem em comum? Elas são baratas!

Confiram minhas "ReZenhas" Críticas em: https://rezenhando.wordpress.com/

Siga-me no Twitter - https://twitter.com/Birovisky
Siga-me no Instagram - https://instagram.com/Birovisky
Curta no Facebook - https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube - https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Últimas opiniões enviadas

  • Felipe

    Tem seu valor no debate racial e qualidades nas sequências de ação, mas não é tudo o que o "uforô" de muita gente tentou fazer! Bons efeitos com boa trilha! O protagonista não convenceu, talvez se tivessem invertido os atores e Andy Serkis ter mais alguns minutos de cena teria sido melhor! Espero que valorizem mais Andy Serkis, excelente ator!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Felipe

    Sem espaços: h t t p s : / / rezenhando . wordpress . com /2018/06/15/rezenha-critica-o-homem-elefante-1980/

    Um dos filmes mais lindos, sensíveis e triste que já foram feitos e que tive o privilégio de assistir, coitado daquele que dorme em filmes como esse e sai por aí criticando. David Lynch + Anthony Hopkins + John Hurt destroem em suas respectivas direção e atuações resultando em uma obra prima do cinema, ainda por cima gravado em preto e branco, deixando tudo artisticamente ainda mais perfeito. Confiram a “rezenha” crítica de O Homem Elefante.

    A história é de John Merrick, um desafortunado cidadão da Inglaterra vitoriana que era portador do caso mais grave de neurofibromatose múltipla registrado, tendo 90% do seu corpo deformado. Esta situação fez com que ele passasse toda a sua existência fosse exibido em circos como um monstro. Frederick Treves o descobriu e o levou para um hospital para ser tratado.

    Tão tocante como O Menino do Pijama Listrado, e uso este como objeto de comparação por ser mais conhecido. Ambos tem um clima pesado e muito triste, mas a inocência e o amor verdadeiro transcendem qualquer barreira tentando transmitir que se nos esforçarmos um pouco poderíamos ser tão bons como John Merrick, o mesmo tinha tudo para de fato ser um monstro, mesmo se sua aparência não remetesse isso. Sempre foi mal tratado, passou fome e e fora rejeitado por todos, inclusive por sua mãe ao nascer, todos achavam que John era um débil mental por não conversar, mas quando no sentido figurativo a flor começa a desabrochar o filme dá uma guinada emocional incrível.

    Impossível conter as lágrimas em alguns comentos, cito aqui alguns: Quando John recita o Salmo 22 da Bíblia para o médico e o diretor do hospital. Quando o mesmo começa a chorar porque não estava acostumado a ser bem tratado por mulheres bonitas e também quando John troca fotos de família com a esposa do médico, sério gente, chorei horrores tamanha a ingenuidade, simplicidade e não menos, uma cena belissíma, que dá gosto de ser fã dessa sétima arte mais conhecida como o cinema.

    Um show de atuação, direção, maquiagem e fotografia, deixando tudo ainda mais top por causa da perfeita iluminação em preto e branco. Quando o médico começa a entrar em conflito consigo mesmo é um dos momentos mais intensos do filme porque muitas vezes o mal se disfarça de atos que nós julgamos ser bons, fora o grito de liberdade que John Merrick solta na emblemática cena do metrô londrino.

    Eu já estava muito envolvido com a obra, nem estava ligando muito para a trilha sonora que era pontual mas nada fora do comum, até que de repente começou a tocar Adagio for Strings, arrepiei, não foi um segundo depois e nem um segundo antes, exatamente na primeira nota deste clássico instrumental a lágrima começou escorrer deliberadamente. David Lynch ali alcançou o instinto superior de direção, algo que só muitos anos depois, mais precisamente trinta e oito anos, voltou a conseguir com a terceira temporada de Twin Peaks (confiram “rezenha” aqui) no episódio onze, dezesseis e dezessete.

    O Homem Elefante é uma obra prima que precisa ser assistida e revista pelo menos uma vez, não por ser complexa, talvez seja até o filme mais linear e são de Davd Lynch, seria mais por uma questão de apreciação e celebração mesmo. O amor pleno, gratidão, libertação e uma certa tendência aos conceitos que Lynch empregou em Twin Peaks alguns depois podem ser admirados no final do filme, com a imagem da mãe de John translúcida no céu estrelado, muto parecido com o icônico retrato de Laura Palmer!

    “Descobri que tenho uma vida plena pois sei que sou amado.”


    Merrick: Eu realmente achava que, aquele OGRO nunca sairia do calabouço.
    Doctor: Você realmente se divertiu.
    Merrick: Oh, foi maravilhoso!!!

    “As pessoas tem medo daquilo que não conseguem entender.”

    Iria assistir de novo? Sim, com certeza!

    Minha nota é 5/5.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    Felipe,

    Como o filme Creed 2 (http://filmow.com/creed-2-t209841/) ainda não está sendo exibido comercialmente, o sistema removeu a sua indicação “já vi”. Caso você tenha assistido à obra em alguma mostra ou festival, por favor, confirme data e local no formulário abaixo para reabilitar a sua marcação.

    Esta medida está sendo tomada para zelar pela veracidade e credibilidade do conteúdo publicado no Filmow, reforçando a relação de confiança entre o site e seus usuários.

    Obrigado pela colaboração.
    Equipe Filmow

  • Iann Victor
    Iann Victor

    Opa, valeu por add!

  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/