Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/onetwothreefour/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > onetwothreefour

Usuário desde Setembro de 2016
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Coco
    Coco

    +mas no início, não ouve esse "corte rápido". talvez ele tenha gostado da ideia até perceber que era algo sério, e assim não soube lidar ou reagir; acho que a parte mais triste de tudo, é quando pecebe-se que a amizade ou a consideração está acabando, e a pessoa começa a te tratar como algo descartável. Você fica como : "Ué, pq você fazendo isso comigo?!? O que eu te fiz?"

    Acredito que isso seja bastante pesado até pros humanos de alma mais evoluída possível. Ninguém gosta de ser tratado feito um palito de fósforo riscado e depois jogado atrás do fogão. não isso ainda me tenha importância. já quase não sinto mais a dor, mas tenho as memórias dela.

    + acho que comecei a gostar dele pela identificação; quando comecei a conhecê-lo melhor, quando a escola acabou e começamos a falar sobre assuntos "sérios". Mas foi muito inocente, quase infantil. me faz lembrar essa parte de "Close to You", dos Carpenters:

    "On the day that you were born
    the angels got together
    And decided to create a dream come true
    So they sprinkled moon dust in your hair
    of gold and starlight in your eyes of blue"

    +sou do ceará, o estado mais estranho do mundo, o único lugar que dá pra ver ao mesmo tempo, o diabo parado no meio da calçada, alguma velhinha rogando praga nos netos e alguma criança fazendo chichi na rede enquanto tem uma crise de bruxismo.

    +acho que depende muito da pessoa; alguns retribuem o amor, outros limpam os pés sobre ele. Por isso que existem pessoas que voltam do trabalho todos os dias olhando pro chão do ônibus ou pra janela, ansiosos por algo, pela resposta daquela pessoa ou alguma resposta do mundo ao redor, ou de Deus; e por isso também que existem pessoas que acordam abraçadas com a outra todos os dias, pois sabem que aquela pessoa um dia irá morrer, e querem que ela morra sabendo que é/ já foi amada do fundo do coração.

    +primeiro fico desgostosa mas depois sinto mais nada; sinto muito desgosto mesmo. Penso que, fazendo isso, as pessoas apenas desperdiçam o privilégio de terem vindo ao mundo como humanas, e vivem apenas no modo básico. novamente, só sinto cansaço mesmo, principalmente de manter a vida.

    +Apesar de tua avó ter falecido e não ter tido suficiente com você, acho muito muito lindo quando alguém se vai e deixa no ar um afeto recíproco, como esse que você descreveu, com sua mãe. Na verdade, eu tenho muita inveja desses relacionamentos, pois nunca tive isso. Cresci ouvindo minha avó materna xingar meu avô sempre que ia à casa das filhas, meu avô brigar a ponto de morder a própria língua e mergulhá-la em sangue...

    quando eu sair do mundo, gostaria de deixar esse afeto, basicamente, de ter sido especial pra alguém. mas como sei que não acontecerá, talvez eu não pense nisso na hora da morte.

  • Coco
    Coco

    +não sei o que significa "tramontina", mas acho que tem algo a ver com "cortar" rápido ksks... Bem, não acho que o caso seja dar ou não "esperanças";
    sobre todo esse assunto, acho que pode ser resumido mais com o fato do individuo não se assemelhar o suficiente com outro a ponto de não validar sua dignidade/sentimentos. mas isso é uma coisa muito integrada à própria "humaninade"

    uma semana antes deu falar que ainda gostava dele, ele tinha perguntado se eu tinha "me arrependido" de gostar dele, e isso me deixou confusa, pois só existem 3 motivos válidos pra se perguntar isso:

    1. a pessoa está interessada e quer voltar atrás
    2. a pessoa não tem o que perguntar e pergunta qualquer coisa
    3. puro sadismo

    preferi levar o 1 em consideração pq é o motivo "menos ruim", mas pude perceber que era só o 3 mesmo. mas acho que não tem mais importância.

    +mas, apesar da paixão, acho que devemos saber que o mundo não é aquela pessoa. você pode amá-la, mas ela não deixa de ser, vendo à grande escala, apenas mais uma pessoa, um outro complemento do mundo; sem se falar que acho que é mais aquilo que foi dito no filme "Aos nossos amores": "Você fala que ama, mas na verdade só quer ser amado."

    +acho que todos gostaríamos de ter devaneios que nos ajudassem a crescer. como já disse o Lars von Trier: "só sei escrever sobre mim mesmo!"

    mas falando de mim, na maioria das vezes me enxergo nessa fala do filme "Sombras no Paraíso":
    "Não sei nada sobre ninguém! Eu sou o Nikander. Ex-açougueiro, agora um condutor de caminhões de lixo! Tenho um estômago fraco e os dentes também!"

    +na verdade, não fiquei de jeito nenhum. geralmente quando as pessoas tratam outras mal de propósito, eu ou qualquer outra pessoa, apenas estudo o caso, e como as pessoas gostam de rir das fraquezas alheias.

    falando dum modo pessoal, minha mamãe... bem, já esperava esse tipo de comportamento dela

    +tem algo do seu passado que você não gosta de lembrar mas gostaria de compartilhar?

  • Coco
    Coco

    +provavelmente seja só o modo como vejo a situação; e sim, lembrei que já gostei dele; aparentemente nunca deixei de gostar. ontem a noite falei:

    "acho que ainda gosto de ti"

    e ele respondeu:

    "eu não gosto de tu como tu gosta de mim."

    acho que apenas devo me nortear, de alguma forma. receber amor é pros que tem arte na alma, que se expressam sem medo (como bêbados), e infelizmente aceito que não nasci pra isso.

    +jeito velho, foi por que, você disse que bebe e que já teve mais de um amor. isso é bonito, e você ou qualquer outro de forma alguma é insignificante. A rejeição é quando UMA pessoa nos afasta da vida dela, não quando afasta nossa vida do mundo.

    +se eu tivesse um filme sobre mim, minha parte favorita seria a que morro, de tão entediante que me acho.

    +repentinamente. eu ficava sexualmente excitada, e tentava me satisfazer no escuro, mas não sabia como. os pais riem dos filhos por saberem seus segredos. Minha mamãe riu de mim recentemente, quando a mãe desse amigo contou a ela que eu gostava dele.

    +a essas horas que você responde, de madrugada, está levantando ou indo deitar? como se sente nesse horário?