filmow.com/usuario/sibilah/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > sibilah
19 years
Usuária desde Janeiro de 2018
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Haide

    Se você não gosta de séries com aquela vibe teen sombria ou também chamada de ''série tão ruim que é boa'', não assista. Você só vai estar perdendo seu tempo e fazendo comentários desnecessários aqui no filmow.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Haide

    Eu pensava que assim como eu, todo mundo queria ver o que ia acontecer após o final da 1º tempo. e estavam todos ansiosos pra ver todo mundo que aparece nas fitas (principalmente o Bryce) admitir a sua própria culpa e a sociedade criada nas série, ficar sabendo de tudo que aconteceu. Mas conforme foi chegando cada vez mais perto da estréia da 2º tempo. e quando ela finalmente saiu, eu vi que me enganei e talvez ver o desfecho fosse mais uma coisa minha do que realmente do resto das pessoas que viram a série também. E a prova disso é infelizmente os comentários das pessoas sobre a série e aqui no Filmow, sua nota. Apesar de que eu realmente não fiquei surpresa sobre o talvez ''desapontamento'' das pessoas sobre a série ter realmente a sua 2º temp. Os assuntos trabalhados na série são tantos e tão explícitos e pesados porque essa é a verdade. Isso realmente acontece, todo dia, todo minuto, com muitas pessoas. E muita gente ainda não acredita nisso e coloca os produtores da série e a própria como a vilã da história por mostrar cenas tão vívidas. Bullying, estupro, racismo, homofobia, machismo, pressão psicológica e física, o sistema educacional tendo seus defeitos e qualidades, os adultos que deveriam ser treinados e se importar com o emocional dos jovens e que muitas vezes eles não fazem a mínima ideia do que fazer, o sistema de castas sobre ser popular ou não, a questão de ter que ''sobreviver'' ao ensino médio sendo que deveria ser só mais uma fase na educação escolar. Todos esses assuntos são mostrados do jeito mais cru que se possa imaginar porque em nenhuma série, nenhum filme, nenhum diretor com a moral mais alta do mundo fez isso. Muitas pessoas ainda tem em mente de que são ''coisas de criança'', sendo que as possíveis crianças tem 17/18 anos pra baixo. Muitas pessoas pensam que são coisas que a gente ''passa e aguenta''. Muitas pessoas ainda pensam que ''eu passei por isso também, e to bem, não estou?''. A série mostra os diferentes tipos de pessoas e personalidades que sofrem com distintos tipos de sentimentos, situações e relações. Cada pessoa lida com luto e culpa da sua própria forma. Cada pessoa lida com bullying e sofrimento da sua própria forma e o que cada personagem quer dizer e a PRINCIPAL missão da série nisso tudo é: Não existe UM método para resolver isso, porque eu não sou igual a ele. Felizmente, muitas pessoas que viram essa série falaram em muitas redes sociais como nunca passaram por situações parecidas no colégio/faculdade e afins, e é incrível de acreditar porque a gente acha que a ''sociedade'' colegial é definida em dois grupos: Os que sofrem bullying e os que praticam ele. Mas isso definitivamente não existe. E sim, tem pessoas que nunca passaram nada disso e infelizmente, são essas pessoas que mais criticam a série sobre ela ser ''uma influência para jovens fazerem o mesmo'', ''uma coisa que deveria ser tratada em casa ou nas escolas e não em um programa de televisão'', mas eu me pergunto se isso realmente é tratada em algum desses lugares (eu nunca sequer tive uma aula ou intervenção de professor falando sobre suícidio, depressão e afins na minha escola e ela era particular e religiosa). Infelizmente, essas pessoas são as que dão críticas sem entender o profundo sentimento por trás de tudo e acabam prejudicando uma série moralmente pois nunca passaram por tais acontecimentos. A dor de pertencer a um lugar e ser julgada pelas pessoas nele, a dor de não ser aceito por literalmente, ninguém à sua volta, a pressão de achar que tal pessoa merece mais que você, a pressão de achar que você deve àquela pessoa apenas porquê vocês são amigos, medo. Medo de nunca ser aceito por ninguém, medo de nunca amar ninguém, medo de não ter o direito de amar alguém e ao mesmo tempo ser amado. O desespero ao achar que você nunca vai se encaixar e nunca vai ter amigos e você simplesmente não suporta a solidão. O sentimento de inutilidade e que nada que você faça realmente vale a pena. E você acha que não quer ajuda, mas no fundo você está gritando e espernando pra que alguém ouça você mas o principal motivo de não pedir ajuda, é que você quer que as pessoas saibam, sem ter que falar em voz alta. O primeiro e mais difícil obstáculo é esse: falar em voz alta. Porque infelizmente é o único jeito que as pessoas vão entender. E pelo fato de que os personagens na série (e as pessoas na vida real) não fazem isso (ou, imediatamente), o universo da série acha que se eles tivessem falado e deixado claro que queriam ajuda, então tudo teria sido mais fácil. O problema é que ninguém esta disposto a ouvir o que não o seu próprio ''drama'', nem na série e nem na vida real.
    Muitos amigos meus falaram sobre como não gostaram da série sobre ela ter as cenas muito grotescas. Bom, o que exatamente você esperava? Que um (dois) estupro fosse bonito? Que uma tentativa e um suicídio fossem bonitos? Que uma (várias) agressão física (e sexual) fossem uma cena reconfortante de se ver?. A série não é pra ser fácil de se ver. A série não é pra você terminar ela e passar 5 minutos digerindo ela e então conseguir ver uma coisa mais leve. A série é pra você chorar por ser impotente, por ser aquele que as vezes tem medo e mesmo assim precisa fazer e assistir. É pra você chorar a cada episódio e mal conseguir ver o próximo. A série é pra fazer você se identificar e ao mesmo tempo confortar, pra mostrar que você DEFINITIVAMENTE não é o único que passa por isso. E nunca vai ser. Então, a série não é pra ser bonita, porque nenhum desses assuntos são e muito menos as pessoas que os cometem. Então se você, acabou dando uma nota baixa por achá-la muito explicíta e ameaçadora ao público mais jovem e até mesmo mais velho, peço que você veja-a novamente. Porque é exatamente isso que é pra ser. Se não, ninguém nunca ia realmente entender o que acontece nesse ''mundo'' colegial.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.