Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Aleksandr Dovjenko

Aleksandr Dovjenko

Nomes Alternativos: Aleksandr Dovzhenko

34Número de Fãs

Nascimento: 11 de Setembro de 1894 (62 years)

Falecimento: 25 de Novembro de 1956

Sosnytsia, Viunyshche - Ucrânia

Alexander Dovzhenko foi um roteirista, produtor e diretor soviético, frequentemente citado como um dos mais importantes e pioneiros cineastas soviéticos, ao lado de Sergei Eisenstein e Vsevolod Pudovkin.

Alexander Dovzhenko nasceu no distrito de Viunyshche, em Sosnytsia, localizado no Império Russo (hoje parte da Ucrânia). Seus pais eram Petro Semenovych Dovzhenko e Ermolaivna Odarka Dovzhenko. Alexander foi o sétimo de catorze filhos, mas devido à grande taxa de mortalidade infantil da época acabou se tornando o filho mais velho aos 17 anos - apenas ele e sua irmã Polina sobreviveram.

Embora tivesse pais iletrados, o avô semi-alfabetizado de Dovzhenko encorajou-o a estudar, levando-o a se tornar professor aos 19 anos. Escapou do serviço militar durante A Primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa por causa de um problema cardíaco, mas filiou-se ao Partido Comunista no começo dos 20's. Ele serviu como assistente do embaixador em Varsóvia e Berlim. Após seu retorno à URSS em 1923, ele começou a ilustrar livros e desenhar caricaturas em Kiev.

Dovzhenko voltou-se para o cinema em 1926, quando desembarcou em Odessa. Produziu ali seu segundo roteiro, para o filme "Vasya - O Reformador" (que ele também co-dirigiu). Ele alcançou grande sucesso com "Zvenigora" em 1928, filme que estabeleceu-o como um dos mais importantes cineasta de sua época. Com seus trabalhos posteriores deu origem à Trilogia Ucrânia ("Zvenigora", "Arsenal" e "Terra"). Embora subvalorizada por críticos soviéticos contemporâneos, a Trilogia é a sua obra mais conhecida no Ocidente.

Dovzhenko serviu como jornalista de guerra para o Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial. Depois de passar vários anos escrevendo, co-escrevendo e produzindo filmes no Mosfilm Studios, em Moscou, ele começou a escrever romances. Ao longo de uma carreira de 20 anos, Dovzhenko dirigiu pessoalmente apenas 7 filmes.

Ele foi o mentor dos jovens cineastas soviéticos Larisa Shepitko e Sergei Paradjanov. Dovzhenko morreu de ataque cardíaco, em 25 de novembro de 1956, em Moscou. Sua esposa, Yulia Solntseva, deu continuidade ao legado dele produzindo filmes próprios e completando projetos que Dovzhenko não foi capaz de concluir.

O Dovzhenko Film Studios, em Kiev, foi nomeado em sua homenagem.