Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Denise Weinberg

Denise Weinberg

Nomes Alternativos: Denise Espíndola Weinberg

12Número de Fãs

Nascimento: 26 de Abril de 1956 (62 years)

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro - Brasil

enise Espíndola Weinberg (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1956) é uma atriz brasileira. Em 2006 obteve os prêmios Shell e da APCA como a melhor atriz.

A atriz e diretora teatral nasceu no Rio de Janeiro. É uma das fundadoras do Grupo TAPA, onde permaneceu por 21 anos, e da Oficina de Teatro do Grupo Tapa, que começou em 1994.

Sua formação e amadurecimento se confundem com a história do TAPA. Atuou em "Apenas um Conto de Fadas", texto e direção de Eduardo Tolentino de Araújo, 1979. Participou de "O Anel e a Rosa", de William Makepeace Thackeray, 1980; "Trágico Acidente Destronou Tereza", de José Wilker, 1981; "Tempo Quente na Floresta Azul", de Orígenes Lessa, 1982, todos sob direção de Eduardo Tolentino de Araújo. Em 1983, Denise Weinberg experimentou a interpretação de um Nelson Rodrigues em "Viúva, Porém Honesta". No ano seguinte, pela companhia Teatro dos Quatro, encena "Tio Vânia", de Anton Tchekhov, dirigida por Sérgio Britto, performance que lhe vale uma indicação de melhor atriz ao Troféu Mambembe.

Depois de vários espetáculos com o grupo, em 2000, Denise Weinberg deixa de integrar o Grupo TAPA e passa a trabalhar com diferentes encenadores. "O Acidente", de Bosco Brasil, foi o primeiro espetáculo dessa nova fase, dirigido por Ariela Goldmann.

Em 2001, Denise Weinberg protagonizou "As Lágrimas Amargas de Petra von Kant", de Fassbinder, com direção de Ticiana Studart. Em 2004, surpreende também com sua vertente humorística ao interpretar uma senhora que envenena homens solitários em "Arsênico e Alfazema", de Joseph Kesselring, com direção de Alexandre Reinecke, parceiro de futuras montagens.

No cinema, Denise Weinberg atuou nos filmes "Onde Anda Você" (2004); "My Father, Rua Alguem 5555" (2003); "Em Nome do Pai" (2002); "Lost Zweig" (2002); "Quase Nada" (2000); "BMW Vermelho" (2000); "Mauá - O Imperador e o Rei" (1999); "Guerra de Canudos" (1997).

Em 2006, Denise Weinberg recebeu o Prêmio Shell de melhor atriz pela peça "Oração para um Pé de Chinelo" (2005) e, também, o Prêmio APCA de melhor atriz pela mesma montagem. também ganhou dois Prêmio Molière, como melhor atriz, nas peças "Vestido de Noiva" (1994) e "A Megera Domada" (1991); três Prêmios Mambembe pelas peças "Do Fundo do Lago Escuro" (1997), "Vestido de Noiva" (1994) e "Viúva, Porém Honesta" (1987).

A atriz também ganhou três prêmios em cinema pelos filmes "BMW Vermelho" (2001), curta de Eduardo Ramos, "Quase Nada" (2000) de Sergio Resende e "Em Nome do Pai" (2000), curta-metragem de Julio Pessoa.

Em 2007 e 2008, encenou a peça "Álbum de Família", em sua quarta peça de Nelson Rodrigues. Denise Weinberg brilha como D. Senhorinha, numa composição irônica, frágil e altiva ao mesmo tempo, sem exageros, resplandecendo uma sensualidade feminina que não perpassa aos olhos de Jonas até o final, quando este reconhece na mulher o quê da filha Glória. Também em 2007, Denise Weinberg atua no curta-metragem "De Resto".

Desde 2005, Denise Weinberg é professora da Escola Livre de Teatro de Santo André, São Paulo.

Denise Weinberg estreou na televisão em 2008 com "Alice", série brasileira exibida pela HBO. O início do ano de 2009 traz Denise novamente à TV, integrando o elenco da minissérie "Maysa - Quando Fala o Coração", na Rede Globo. No mesmo ano, a atriz encena o espetáculo teatral "Da possibilidade da Alegria no Mundo", com direção de Newton Moreno.

Em 2009, Denise Weinberg dirige o espetáculo "O Pelicano", de August Strindberg, com duas temporadas de sucesso, eleito pela Revista Bravo uma das 10 melhores peças em cartaz, e recebendo 3 estrelas da Revista Veja.

Em 2010, a atriz participa da minissérie "Dalva e Herivelto - Uma canção de amor", interpretando a personagem Alice, mãe de Dalva de Oliveira. No teatro, interpreta a personagem Lisa na peça "A Dança Final" comédia rara de Plínio Marcos, ao lado do grande ator Norival Rizzo.

Ex-Marido: Ernani Moraes

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.