Doces Bárbaros - Ao Vivo Na Mangueira

1994

Doces Bárbaros - Ao Vivo Na Mangueira

Média geral 4.2
baseado em 10 votos
Sua avaliação:
salvando

Salvador, Bahia, 1976. O quarteto Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gal Costa e Caetano Veloso apresenta-se pela última vez. Dezoito anos depois, em 15 de janeiro de 1994, a Estação Primeira de Mangueira reúne na quadra os Doces Bárbaros, como ficou conhecida a formação dos artistas baianos.
O samba-enredo da escola os homenageia e faz paródia da música de Caetano, Atrás do Trio Elétrico (1969). Gil, Bethânia, Gal e Caetano, recebidos pelas baianas da Mangueira, cantam para mais de 4 mil pessoas. Para encerrar o momento histórico, entoam com Jamelão e a bateria da escola o samba-enredo de David Correa, Paulinho, Carlos Sena e Bira do Ponta.
Maria Bethânia: Emoções/ Reconvexo/ Explode Coração/ A Bahia te espera
Caetano Veloso: A Mangueira me chama/ Um índio/ Onde o Rio é mais baiano
Caetano, Gilberto Gil e Gal Costa: Desde que o samba é samba
Gal Costa: Folhas Secas/ Meu bem, meu mal/ Luz do sol/ Bumbo da Mangueira
Gilberto Gil: Mundo de zinco/ Nos barracos da cidade/ Aquele abraço
Gil e Caetano: Nossa gente (Avisa lá)
Doces Bárbaros: Os mais doces bárbaros/ Exaltação à Mangueira
Encerramento: Atrás da Verde e Rosa só não vai quem já morreu.

Estreia Brasil:
1994
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
Fotos

Comentar: