Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Eric Singer

Eric Singer

Nomes Alternativos: Eric Doyle Mensinger

14Número de Fãs

Nascimento: 12 de Maio de 1958 (59 years)

Cleveland, Ohio - Estados Unidos da América

Aprendeu a tocar bateria cedo, aos 11 anos de idade, e fez poucas aulas, intitulando-se autodidata. Entretanto, é mencionado como um dos bateristas mais técnicos do Hard Rock.
Eric Singer ficou famoso por tocar em bandas como Kiss, Black Sabbath, Alice Cooper, Badlands, Glamnation,e ao lado de Brian May, Paul Stanley, Gary Moore, Gilby Clarke, Lita Ford, Doro Pesch.
Eric começou sua carreira profissional gravando em 1986 o CD, que a princípio, seria um solo de Tony Iommi, mais foi integrado como um álbum do Black Sabbath, intitulado Seventh Star (Eric já mostrava sua pegada e técnica em faixas como "In For The Kill" e "Turn To Stone"). Mais tarde, já em 1987, Eric voltou a gravar com o Black Sabbath o álbum intitulado The Eternal Idol.
Já em 1989 (um dos melhores anos da vida profissional do baterista), Eric grava o álbum de "debut" do Badlands, intitulado Badlands, com Jake E. Lee (ex-Ozzy Osbourne) na guitarra e o álbum acaba muito bem aceito. Ainda no mesmo ano, Eric Singer é convidado para sair em tournê com Paul Stanley (Kiss) e tem seu trabalho muito bem reconhecido por Paul que mais tarde, em 1992, após a morte do baterista Eric Carr, o convida para ingressar no Kiss.
No Kiss, Eric grava o álbum Revenge, e mais tarde o Alive III (os álbuns mais pesados do Kiss "Unmasked"). Após, Eric entra em tour mundial com o Kiss divulgando o álbum KISS My Ass: Classic Kiss Regrooved, e chega a tocar em São Paulo, no festival "Philips Monsters of Rock, em 1994".
Já em 1996, Eric grava o CD Kiss Unplugged com o Kiss, que acaba sendo um sucesso. Porém, em 1996 é "demitido" da banda, que anuncia uma Reunion Tour (entretanto, 1 ano depois, Eric viria a gravar com o Kiss, o álbum Carnival Of Souls: The Final Sessions que não contou com muita dedicação de Paul Stanley e Gene Simmons, que queriam era voltar a usar as 'make-ups' e sair em tournê).

Eric em turnê com o Alice Cooper
Eric então grava diversos álbuns com Gilby Clarke (ex-Guns n' Roses), Brian May (Queen), Stream, e 1999, finalmente lança seu projeto, o ESP (Eric Singer Project) que teve a participação do amigo Bruce Kulick e também de Ace Frehley (em uma música). Eric também participou do disco tributo à Ace Frehley, Return Of The Comet. E em 2000 é "fixado" ao Alice Cooper, aonde grava o álbum Brutal Planet e logo o DVD Brutally Live.
Em 2001, anuncia sua volta ao Kiss, que dura apenas 2 anos, mas usando a caracterização de "The Catman", que é de Peter. Em 2003, Peter Criss, reassume as baquetas da banda, e Eric volta a fazer tour com Alice. Em 2002 é convidade por Tobias Sammet para participar da metal opera Avantasia, tocando bateria em uma música.
Em 2004, Eric novamente é chamado a tocar com o Kiss, e divide-se entre o Kiss e Alice Cooper.
Atuamente divide seu tempo tocando com o Kiss, Alice Cooper e seu projeto "solo" ESP (Eric Singer Project) onde toca junto com Bruce Kulick (ex-Kiss), John Corabi (ex-Mötley Crüe) e Chuck Garric (Alice Cooper).