filmow.com/usuario/felipedupeixe/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > felipedupeixe
30 years (BRA)
Usuário desde Abril de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

primeiro filme de 2017: James White (Josh Mond).
o ano começou com 2335 filmes vistos.

entre o quantitativo e o qualitativo, opto pelo MEU qualitativo, que nem sempre é o seu.

faço parte daquele grupo de pessoas que veem na efemeridade da vida, um grande problema, uma vez que não conseguiremos assistir todos os filmes que nos anseiam durante essa breve passagem. mas estamos aqui, tentando!

http://www.lastfm.com.br/user/felipedupeixe

http://www.twitter.com/felps_nuns

http://www.facebook.com/felipe.nutos

Últimas opiniões enviadas

  • Felipe

    dos que tratam o racismo, é sem dúvida, um dos mais fracos que já vi. produção é bonita, como de praxe, quando se tem a Netflix envolvida, mas só isso não enche barriga. assisti curioso, terminei cansado.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Rodrigo Ribeiro
    Rodrigo Ribeiro

    Seja bem vindo!

  • Vinícius
    Vinícius

    Felipão! Perdão pela demora.... As coisas têm sido bem corridas por aqui, talvez minha opinião não seja tão relevante a essa altura, mas vamos lá...

    Eu assisti "O Regresso" de uma forma bem separatista, deixando um pouco de lado a expectativa por curtir Iñarritú pra caramba, e tentando levar em consideração os termos técnicos (mesmo eu sendo café-com-leite nesse meio). O que saquei, resumidamente foi o seguinte: aula de direção e fotografia, mas um roteiro um tanto quanto insosso. O fato do filme ter sido feito com luz natural é um diferencial bacana, tô ligado que alguns takes eram propositais exatamente pra mostrar essa perspectiva do ambiente, porém, por alguns momentos me pareceu maçante. As atuações estão incríveis e realmente é um filme de poucas palavras (Porra! O DiCaprio atua pelo olhar!), mesmo com os furos de roteiro, consegue de alguma forma ter êxito nesse aspecto. Porém há todo um hype que acentua essas expectativas e talvez por isso, há tantas opiniões diferentes. Percebi também que é daquele tipo de filme que a "experiência sensorial" é diferente quando se vê no cinema e quando se assiste em casa.

    Pô, agora "Anomalisa" é complicado de se falar... Tem toda uma perspectiva subjetiva e uns conceitos psicológicos naquele filme que eu acredito que é uma experiência diferente pra cada um que assiste. Indiquei o filme pra uma pancada de gente e tive um retorno tão sem graça que decidi guardar pra mim... O mais engraçado disso é que ele é daqueles filmes que quem se identifica (subjetiva, emocional ou "ideologicamente"), acaba por se envolver e fica bastante fácil de curtir. O filme remete a um transtorno psicológico para justificar a impessoalidade e a liquidez (Salve Bauman!) das interações humanas. É um filme bastante existencialista que serve de prato cheio pra gente pessimista (como eu). O que acho mais incrível nesse filme não vem nem a ser a mensagem que ele traz sobre algo tão comum nos dias de hoje, no mundo autossuficiente e ensimesmado que vivemos, mas poxa! Você está assistindo um filme em stop-motion representando uma realidade comum com uma expressividade e dinâmica incrível, Então... se a discorrência do filme não agradar, cacete! Ao menos você estará vendo algo feito de uma forma atípica e extremamente do caralho! (Há uma certa humanidade nesse filme que me assusta, e eu me vejo sendo uma espécie de Lisa no meu dia a dia). Hehehe

    Espero que de alguma forma tenha instigado alguma curiosidadezinha aí... Te prepara que tua vez irá chegar... =D