filmow.com/usuario/gabrielantonio980/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > gabrielantonio980
18 years (BRA)
Usuário desde Dezembro de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Gabriel

    O filme se sustenta só quando o Fred entra em cena, ficar aguentando aquela menina com aqueles planos idiotas é dureza. Mais vale a pena dar uma espiada.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Lucas Black
    Lucas Black

    Ta aceito!
    Curti sua seleção de favoritos, muito bom haha!!

  • Moreira M.
    Moreira M.

    “12 Angry Men (1957)” apesar da “simplicidade” contém bastantes elementos a serem analisados. Este longa foi o primeiro do diretor Sidney Lumet, que mais tarde realizaria “Um Dia de Cão”, “Serpico” e “Redes de Intriga”. Só conheço estes quatros filmes dele, recomendo-lhe assistir depois.

    É estranho que um filme que se desenrola praticamente num único ambiente possa se revelar mais interessante do que se imagina. Vamos lá... Um garoto é levado ao júri popular, na qual 12 cidadãos são escolhidos para julgá-lo. Destes 12, somente 1 está em dúvida quanto ao suposto crime, e sugere que seus colegas ali presente discute se o garoto é ou não culpado. Enquanto que os 11 julgadores estão em plena convicção que o garoto é culpado, menos sem ter discutido e apresentado às devidas evidencias do fato. Na verdade, a maioria dos juristas só queria julgar o garoto o mais possível para poderem ficar livres daquela intimação. Ou seja, o que diabos essas pessoas estavam fazendo num júri se elas mesmas estavam totalmente destituídas de responsabilidades para julgar alguém? Ao longo do enredo, o espectador vai descobrindo os reais motivos daqueles que inicialmente voltaram culpado. A contradição humana, o discurso determinista e fatalista, o egocentrismo, enfim os preconceitos impregnados em nossa sociedade e outros elementos fazem parte do discurso dos “11 men”. O filme foi bem produzido, tem um roteiro consistente que possibilitou que o enredo se desenvolvesse naturalmente; as cenas são boas, ótimas atuações, vide Henry Fonda no papel do jurado mais humanista. Enfim, a duração está na medida certa: 1h30min.

    Não sei se você já assistiu este filme, se gostou ou não. Independentemente disso, há também o gosto pessoal. As vezes um filme não consegue nos cativar de jeito nenhum, seja por não estarmos no momento certo pra a ideia apresentada, ou simplesmente a temática ou abordagem não nos interessa mesmo. Contudo, eu particularmente adorei "12 Homens e uma Sentença". E você?