Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > jp2012
29 years Uberlândia - (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Amo filmes de paixão e devo ter assistido mais de 2000 filmes em toda minha vida até agora, e pretendo assistir mais.

Adoro filmes de fantasia e ficção científica, mas gosto de todos os gêneros.

Últimas opiniões enviadas

  • João Paulo

    Um belíssimo filme, sensível e muito bem contado. Professor Marston e as Mulheres Maravilhas é um belo drama, melhor ainda, é um belo romance, não tem como descrever dessa forma, é uma narrativa baseada em fatos muito bem contada e de uma forma bastante delicada pela diretora Angela Robinson. A verdade é que o filme só funciona porque o trio principal é excelente, Luke Evans como Professor Marston é um achado, mas as verdadeiras protagonistas são Rebecca Hall (impecável) como Elizabeth e Bella Heathcote como Olive, ambas trazem uma delicadeza, fervor, maturidade e um poder feminino bem a frente do seu tempo, mas cada uma a sua forma, porém quando juntas se tornam perfeitas aos olhos de Marston, tanto que o mesmo criou uma heroína espetacular baseado nas duas. O filme tem referências sutis e apesar das coincidências óbvias para montar algumas características que fazem da Mulher Maravilha o que ela é, o filme sabe trabalhar tudo isso de uma forma coerente sem cair no dramalhão. Enfim, Professor Marston e as Mulheres Maravilhas é um filme emocionante, sensível e bem dosado, as atuações são muito boas, a fotografia é linda, a direção é eficaz e consegue deixar o espectador bastante imerso na narrativa, pelo menos eu fiquei, ao final do longa a sensação de ter visto uma linda obra é garantido. Recomendo muito.

    Obs: Connie Britton no elenco é sempre uma grata surpresa, assim como Oliver Platt.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • João Paulo

    Um besteirol tosco e engraçado. A primeira coisa que você tem que fazer quando começar a assistir O Pacote, é perceber que é um filme que não se leva a sério em nenhum segundo, é tosqueira pura, por isso é engraçado e entretém. Um filme que lembra American Pie, Eurotrip e outras comédias do tipo, numa mistura ainda mais louca com cenas totalmente vergonha alheia. O que mais me ganhou neste filme, foram as referências a filmes da cultura pop, desde Exterminador do Futuro a Toy Story 2, o longa é um show de referências e situações bizarras atrelado a elas, chega a ser absurdo, porém trás um humor sessão da tarde a muito tempo perdido. Enfim O Pacote não é uma obra prima da comédia, mas é engraçado, escroto, boca suja, comédia adolescente sem pudores que entretém como todas do gênero, se você não levar muito a sério, esse filme é uma boa pedida. Recomendo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • João Paulo

    Não é fantástico, mas tem seus momentos. Eu Mato Gigantes começa muito bem, tem uma fotografia sombria que dá o tom da obra, somos apresentado a protagonista e sua vontade de fazer a diferença na cidadezinha pacata em que vive. A história cria várias metáforas e analogias escondendo o verdadeiro motivo das atitudes da protagonista, se você for esperto, percebe que algo bem pesado deve estar acontecendo na casa dela, desde o relacionamento com os irmãos, passando pela atitudes agressivas na escola e terminando nas suas peripécias na floresta caçando gigantes. O filme tenta misturar bastante realidade com fantasia como o recente e brilhante filme A Monster Call, mas o problema aqui é que a história demora muito para mostrar a que veio e quando revela a realidade do terceiro ato, a parte emocional se perde um pouco no caminho, mas você consegue ao menos entender os motivos da protagonista, que aliás, senti falta de um desenvolvimento melhor com a relação aos irmãos neste ponto, porque ambos passaram pela situação que ela. No geral o filme é bastante interessante, Eu Mato Gigantes trás questões importantes de como lidar com a dor e como lidar com uma situação que esta fora de seu controle, se o longa não é um primor narrativo, ao menos trás alguns momentos relevantes que te deixam envolvido na história.

    Obs: Madison Wolfe, Zoe Saldana e Imogen Poots estão muito bem em seus respectivos papéis.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Roberto
    Roberto

    Obrigado por ter aceito meu convite, certamente falaremos muito sobre essa arte maravilhosa.Abraço.

  • Thai Mda
    Thai Mda

    Ola! Bem vindo por aqui!