filmow.com/usuario/universe/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > universe
26 years, São Paulo (BRA)
Usuária desde Julho de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Nathalia

    Um bom complemento para assistir depois desse filme: "The Hunting Ground" (2015), documentário de Kirby Dick. Uma dica de leitura sobre o assunto é "Missoula", de Jon Krakauer.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • C
    C

    "Meias verdades
    Meias vontades
    Meias saudades
    Viver pela metade é ilusão
    Tire suas meias
    Ponha o pé no chão"
    Augusto Barros

    Eu amo esse poema.

  • C
    C

    Não quero te deixar na obrigação de responder minhas perguntas e divagações. Não precisa. Eu estava arrumadinha e com meu batom vermelho, pronta para a faculdade. Apareceu uma mistura de tristeza, desespero e vontade de chorar. Senti vontade de falar. Senti vontade de falar pra ti.
    Não sei se pelo fato de tu entender meus dilemas - já que, como tu mesma disseste, vives esses extremos - ou se pela amizade tão forte que venho sentindo por ti nos últimos dias.
    Por que somos tão facilmente seduzidas pela tristeza e pela solidão? Por que não temos os mesmos conflitos das garotas da nossa idade? Eu quero um pouco dessa felicidade plástica e dessa ilusão. Talvez por ter o errôneo pensamento de que, dessa forma, me sentiria parte de algo, parte do mundo. O problema não é ser solitária, quando outras pessoas também o são. O problema é quando temos a sensação de que existe o mundo e nós. A sensação de ser deixada de lado pela vida.
    Porém, por que o desejo tão forte de pertencer a um lugar onde as pessoas são desprezíveis?
    É complicado. Eu tenho um forte envolvimento emocional com alguém que mora longe. Não a conheço, pessoalmente. Mas... Sinto falta de marcar encontros. Sinto falta de todos os primeiros abraços desajeitados, os primeiros beijos, as primeiras conversas tímidas e a alegria de descobrir quantas coisas banais temos em comum com o outro. Sinto tanta falta de andar de mãos dadas! De sorrir com a expectativa da próxima vez que verei a pessoa. Sinto falta de estar apaixonada.
    Tu tens de escolher entre alguém que tu amas e o risco. Eu não estaria trocando a certeza pela dúvida, mas o amor pela dúvida. Mesmo que o senhor cheio de desinteresse fosse mais interessado, nada garante que eu conseguiria me envolver. Só que é justamente o fato de ele não estar massageando meu ego que me impulsiona a... Não sei. Deu pra entender ou estou falando de forma confusa? Ouvi um ditado hoje: "O fácil não é interessante e o mais ou menos não vale a pena".

  • C
    C

    Estou bem e não estou bem. Felicidade existe? Penso sobre ficar, penso sobre voar. As pessoas são fascinantes, mas também recebem grande parte do meu desprezo. Desejo a solidão; quando não é suficiente, procuro a multidão. Eu amo, mas amar não basta. Entristeço por não fazer parte da vida de alguém, depois sou vista fechando a minha vida. Eu canso de ser objeto, em seguida me coloco como tal outra vez. Quero a vida e a morte. Desejar a ilusão de ser única na vida de alguém é desejar demais? Conheço alguém que é tão desinteressado que acaba me desinteressando. Mentira. Não sei se desinteressei mesmo. Só queria sentir o interesse do outro em mim. Liberdade existe? Amor só existe com ódio? Dou de ombros. Canso de tentar entender. Mas ainda dói. Tudo ainda dói.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.