filmow.com/usuario/vince_souza/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > vince_souza
40 years, Ananindeua/Pará (BRA)
Usuário desde Março de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Visitem o meu blog.
DECOMPOR: http://www.vincesouza.blogspot.com/

Últimas opiniões enviadas

  • Vince

    Por mais que “Transformers” (2007) tenha mostrado pela primeira vez uma versão em live-action de seres robóticos se transformando em veículos terrestres, aéreos ou animais metálicos com direito ao som da transformação clássica e rendendo algumas indicações ao OSCAR como de melhores efeitos visuais (era o favorito, mas perdeu para “A Bussola De Ouro”) e premiações no MTV Movie Awards (melhor filme), e com as vozes de Peter Cullen (Dublador original de Optimus Prime) e Hugo Weaving (Megatron). Mesmo assim ainda não era o filme que os todos os fãs gostaria de ver. Desde o roteiro carregado de piadas em boa parte nos diálogos dos personagens humanos que eram mais valorizados ou então sem nenhuma função deixando os próprios Transformers como coadjuvantes. A concepção artística criada para “Transformers” era bem diferente do desenho animado dos anos 80, com um visual mais monstruoso. Para o Diretor Michael Bay, a idéia do Bumblebee se transformar em um fusca não o agradava. A escolha foi um camaro, mas com uma condição, que era de manter a cor amarela. Há uma cena no filme de 2007 onde Bumblebee chega como camaro em uma loja de carros usados e estaciona bem ao lado de um fusca ambos de mesma cor. Para os roteiristas, seria uma homenagem, mas na época antes do lançamento foi cogitado à não escolha do fusca por ser de uma impressa alemã, a Volkswagen. Segundo a história, a origem do fusca foi a pedido de Hitler em desenvolver um pequeno automóvel “para o povo” durante a guerra. Na mesma cena, Bumblebee como camaro da uma batida forte no fusca com a porta do carro.
    Toda a ação visual, frenética e exagerada dos cinco filmes (2007, 2009, 2011, 2014 e 2016), ficou de fora para dar lugar a uma nova proposta de direção que não chega a ser original, mas tem como referencia a atmosfera do desenho animado original nos anos 80 e de alguma forma era pra ser desde o inicio. Com Michael Bay agora na produção e Steven Spielberg ainda na Produção Executiva, Travis Knight foi escolhido para assumir a direção de “Bumbleblee”. O spin-off foi o segundo filme do Diretor. Sua estréia na direção foi na excelente animação “Kubo E As Cordas Mágicas” (2016) que mistura técnicas stopmotion e 3D. “Kubo E As Cordas Mágicas” recebeu na época duas indicações ao OSCAR 2017 nas categorias melhor filme de animação e efeitos visuais. Antes, Travis Knight já havia trabalhado em outras animações, mas não como diretor e sim como animador e produtor em “Coraline E O Mundo Secreto” (2009), “ParaNorman” (2012) e “Boxtrolls” (2014), todas também envolvendo técnicas stomotion e 3D, foram indicadas ao OSCAR de melhor animação. Em se tratando de um desenho animado, alguém com experiência na área de animação.
    Batalha em Cybertron, alguns Autobolts (Optimus Prime, Whelljack, Cliffjumper e Arcee) e alguns Decepticons (Shockwave, Soundwave e Ravage), com o visual clássico do anos 80, com exceção de Bumblebee que ainda mantém um pouco da estética visual dos filmes dirigidos por Michael Bay. É como se estivéssemos assistindo ao desenho animado. A trama acontece em 1987, 20 anos antes do primeiro filme. Ao chegar na Terra, Bumblebee assumi a forma de um fusca conforme no desenho animado. Entre outras referencias de filmes, talvez de “E.T., - O Extraterrestre”.
    A escolha dos personagens humanos foi bem distribuída sem nenhum desperdício. Destaques para Hailee Steinfield (indicada ao OSCAR de melhor atriz coadjuvante pelo excelente remake de “Bravura Indomita”). Sua personagem conseguiu se comunicar melhor que os personagens de Shia LaBeouf e Mark Walberg. Outro personagem foi o de John Cena que interpreta um militar como foi o de Josh Duhamel, com a diferença de que o personagem de John foi bem mais explorado que o de Josh.
    Outra ponto forte em “Bumblebbe” é a trilha sonora. Nos filmes anteriores participaram Linkin Park (nos filmes de 2007, 2009 e 2011), Goo Goo Dolls, Smashing Pumpkins e Imagine Dragons. Como o filme se passa nos anos 80, nada mais adequado do que a trilha ser dessa época. Entre os artistas e bandas selecionados estão Rick Astley, The Smiths e Simple Minds com o hit “Don’t You (Forget About Me), trilha de um outro filme, o “Clube Dos Cinco”, presente em algumas cenas de “Bumblebee”. Outra canção é “The Touch”, de Stan Bush que fez parte da trilha do primeiro filme dos Transformers, a animação “Transformers – O Filme” (1986). Hailee Steinfield também participa da trilha com a inédita “Back To Life” que foge da linha oitentista.
    “Bumblebee” é um resgate nostálgico e simbólico de uma primeira geração de Transformes e de seus fãs. É pura sessão da tarde daquela época. Há possibilidades de um filme solo de Optimus Prime e uma animação que se passara em Cybertron. Se caso houver um segundo filme solo de Bumblebee, provavelmente será nos anos 90. Os fãs agradecem.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Vince

    Vince Souza
    Agora mesmo ·
    18/07/2008. Há 10 anos chegava aos cinemas a melhor adaptação HQ da DC, "Batman - O Cavaleiro das Trevas", de Christopher Nolan. Era o 6º filme do Diretor continuando o que ele fez em "Batman Begins" (2005). Todos queria ver principalmente o Coringa interpretado por Heath Ledger que infelizmente faleceu em janeiro de 2008. Como seria esse novo Coringa? Uma palavra: "Assustador" e com uma frase de efeito "Why so Serious?" (Porque esta tão sério?) Lembro de ter assistido três vezes ao filme no cinema e a cada sessão a reação do publico quando o Coringa aparecia era de um sorriso macabro de cada espectador. Espantado e com uma trilha poderosa composta por Hans Zimmer e James Newton Howard.
    Outro vilão em destaque foi Duas Caras quando ele decide se vai se aliar ou não ao Coringa, usa a sua moeda e diz; "Você vive, você morre". A unica troca de elenco tenha sido a de Maggie Gyllenhall que ficou no lugar de Katie Holmes e a permanência do Espantalho que foi o vilão no filme anterior.
    O visual do Coringa do Nolan serviu de inspiração para o remake francês de "O Homem Que Ri", alias a primeira versão foi alemã durante o Movimento Cinema Expressionista foi a inspiração para a criação do personagem do Coringa. Outra inspiração esta no roteiro que teve como referencia "Fogo Contra Fogo" (1995), de Michael Mann, com Al Pacino, Robert De Niro e Val Kilmer (por coincidência, foi o Batman em "Batman Eternamente", no mesmo ano).
    O filme foi a adaptação HQ mais indicada ao OSCAR 2009 com 8 indicações, vencendo nas categorias de melhor ator coadjuvante para Heath Ledger e edição de som. Heath Ledger ganhou inúmeros prêmios como melhor ator coadjuvante fora do OSCAR como no Globo de Ouro e SAG. Também rendeu melhor vilão no Scream Awards e MTV Movie Awards. Heath já havia sido indicado para melhor ator em "O Segredo de Brockback Mountain" (Perdeu para Phillip Seymour-Hoffman por "Capote. A coincidência foi que Phillip depois perdeu para Heath por "Dúvida". Infelizmente Phillip faleceu em 2014).
    Houve uma campanha para que "Batman - O Cavaleiro das Trevas" fosse indicado nas categorias de melhor filme, direção e roteiro adaptado mas não aconteceu. Neste ano, Nolan recebeu a sua primeira indicação ao OSCAR de melhor diretor por "Dunkirk".
    Considero "Batman - O Cavaleiro das Trevas" o melhor filme de 2008 e também o melhor trabalho de Nolan. Foi a partir de "Batman - O Cavaleiro das Trevas" que adotei a filosofia de não criar expectativa para nenhum filme, seja qual for. E tem dado certo.
    "Batman - O Cavaleiro das Trevas" é uma verdadeira obra de arte. Obrigado a todos que contribuíram visualmente e narrativamente
    Why so serious?

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Marcelo
    Marcelo

    Olá, venha, conhecer, chame os amigos e participe.

    VIVA A ECO-ARTE! Um espaço de arte, saúde e ecologia:
    https://www.facebook.com/groups/saudalternativa

    AMANTES DA SÉTIMA ARTE, dicas do cinema:
    https://www.facebook.com/groups/amantesda7arte

  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Filmow
    Filmow

    Vince,

    Como o filme O Diário de uma Camareira (http://filmow.com/o-diario-de-uma-camareira-t74483) ainda não está sendo exibido comercialmente, o sistema removeu a sua indicação “já vi”. Caso você tenha assistido à obra em alguma mostra ou festival, por favor, confirme data e local no formulário abaixo para reabilitar a sua marcação.

    Esta medida está sendo tomada para zelar pela veracidade e credibilidade do conteúdo publicado no Filmow, reforçando a relação de confiança entre o site e seus usuários.

    Obrigado pela colaboração.
    Equipe Filmow

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.