Ambição

1986

Cuna de Lobos

Média geral 4.1
baseado em 20 votos
Sua avaliação:
salvando
40 minutos

Leonora Navarro trabalha na Cidade do México e vive na casa de sua madrinha, Esperança. Um dia, um carro se choca contra as vidraças do escritório onde Leonora trabalha e ela ajuda o motorista, um rico empresário dono de um laboratório farmacêutico, chamado Carlos Larios, que acaba morrendo no acidente. O filho de Larios, Alexandre, agradece Leonora pela ajuda prestada. Ambos se simpatizam e voltam a se ver. Alexandre está casado com Vilma e ambos vivem com a mãe dele, Catalina Creel, que usa um tapa-olho. Alexandre tem um meio-irmão, chamado José Carlos, que vive no exterior e volta para o funeral de seu pai.
Catalina odeia seu enteado José Carlos. Acontece a leitura do testamento de Carlos. Nele, se estabelece que seus filhos não receberão o dinheiro enquanto não lhe derem um neto. Catalina se alegra, porque Alexandre tem vantagens sobre José Carlos(já que este não é casado e não parece ter previsão para tal, enquanto Vilma pode engravidar de Alexandre a qualquer momento). Mas Vilma é estéril e só ela e Alexandre sabem. Alexandre tem um plano para conseguir um filho. Engravidará Leonora para depois ficar com seu filho. Leonora corresponde ao amor de Alexandre sem saber que ele é casado e se entrega; pouco tempo depois descobre que está grávida. Alexandre envolve Vilma em seu plano, que, ante o desejo e o desespero por ter um filho, forja uma gravidez. Para os olhos de todos, o filho de Leonora será de Vilma.
Tempos depois, Catalina descobre que a gravidez de sua nora era uma farsa e acaba sendo cúmplice de Alexandre e Vilma para conseguir o filho de Leonora. Enquanto José Carlos é constantemente humilhado por Catalina, que o culpa de ter tirado seu olho por acidente quando era pequeno. José Carlos, que gosta dela como sua própria mãe, se sente culpado por isso. A megera, sozinha em seu quarto, tira o tapa-olho e revela que nunca perdeu seu olho, mas só usa essa mentira para martirizar José Carlos.
Chega a hora de Leonora dar a Luz. Através de mentiras, Alexandre a leva até São Miguel Allende, em uma clínica de um doutor, onde é atendida por uma sinistra enfermeira chamada Rosália (que logo depois irá ser morta por Catalina, que lhe arma uma emboscada). Quando o menino nasce, é tirado de Leonora e entregue à Vilma. Leonora, quando percebe a armadilha em que caiu, decide lutar como uma loba para recuperar seu filho e se vingar de Alexandre, Vilma e Catalina. Acidentalmente conhece José Carlos e será por meio dele que Leonora chegará até a família Larios. Os dois se apaixonam. Catalina comete vários crimes para impedir que descubram seus segredos: que não perdeu o olho e que o filho de Alexandre, chamado de "pequeno Edgar", não é de Vilma.
A trama vai se desenrolando e os crimes de Catalina vão sendo descobertos. Seus crimes chegam no ápice quando, acreditando que José Carlos e Leonora, que se casaram e viajarão no seu jatinho particular, adultera o combustível do avião para que ele exploda no ar. Mas não são José Carlos e Leonora quem viajam no jatinho. Alexandre pede ao irmão que ceda seus lugares no avião, porque Vilma, que está com um câncer incurável no útero, está morrendo e ele precisa levá-la a Houston. José Carlos aceita e são Alexandre e Vilma que viajam no jatinho quando ele explode em pleno vôo. Catalina, a ponto de ser presa pela polícia, se suicida ao saber que matou seu filho por engano. Leonora recupera seu filho, a quem troca de nome, que agora é Bráulio, como o pai dela. Agora ela é feliz e está grávida de José Carlos.
Passam-se os anos. O menino Bráulio e seu irmãozinho, o filho de Leonora e José Carlos, brincam no quarto onde Catalina se suicidou, há anos. Acidentalmente, eles encontram os tapa-olhos. Bráulio coloca um deles no olho, seu irmão pergunta: "Bráulio, o que você está fazendo?" e ele responde: "Eu não sou Bráulio. Sou o pequeno Edgar!".

Estreia Brasil:
2 de Dezembro de 1991
Outras datas
Denunciar algo errado
Em DVD
Trailers
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: