Caça Talentos

1996

Caça Talentos

Média geral 3.6
baseado em 515 votos
Sua avaliação:
salvando

A série contava a historinha da Fada Bela (Angélica), uma menina que sofreu um acidente de carro ainda bebê, onde seus pais morreram. Ela foi achada por duas fadas atrapalhadas: Margarida e Violeta, as duas a levaram para o Mundo Mágico e a criaram como se fosse uma fada com poderes mágicos. Quando cresceu, Bela descobriu que não era uma fada e que havia vindo do Mundo Real, onde vivem os seres humanos. Bela é mandada para o Mundo Real para fazer sua escolha, ficar no Mundo Mágico, ou ficar no Mundo Real onde perderia seus poderes e suas lembranças sobre o outro mundo. Para permanecer no Mundo Real enquanto fazia sua escolha Bela não poderia beijar ninguém, senão deixaria de ser fada e ficaria ali para sempre.

Acontece que Bela vai para uma agência, a Caça Talentos, situada numa casa que delimita a passagem do mundo real para o mundo de fadas, e lá se apaixona por Arthur (Eduardo Galvão), o dono da agência. Após muitos problemas, confusões e tudo mais, Bela e Arthur resolvem se casar, só que Bela teria que contar para Arthur de onde veio, então ela o leva para o Mundo Mágico e o conta sua história. Infelizmente os dois não ficam juntos, mas a novelinha terminou com uma promessa: "As aventuras da Fada Bela não terminam aqui".

Bastidores: A partir de 1997 acrescentou-se ao início de cada capítulo um resumo narrado do que acontecera no dia anterior. Em julho de 1997, começaram as gravações de Caça Talentos em novo formato, que estreou no dia 11 de agosto, com histórias de dez capítulos o que deu maior dinamismo a trama.

Em março de 1998, junto com Angel Mix, a série passou por uma reestruturação, inclusive de elenco. A equipe de roteiristas, supervisionada por Ronaldo Santos e Mauro Wilson, responsável pela redação final, passou a contar com Gilberto Loureiro, além da colaboração de Mariana Mesquita, Péricles C. Barros, Márcio Wilson, Duba e Bernardo Guilherme.

A trama foi encerrada no exato capitulo 500, no dia 20 de novembro de 1998, pois Angélica queria se firmar como apresentadora e não como atriz como a Globo queria.

Estreia Brasil:
16 de Setembro de 1996
Outras datas
Denunciar algo errado

Comentar: