Joan Crawford: Always The Star

1996

Joan Crawford: Always The Star

Média geral 4.4
baseado em 22 votos
Sua avaliação:
salvando
50 minutos

Esta glamorosa e imensamente popular atriz se ergueu da pobreza ao estrelato por pura audácia, determinação e dedicação ao trabalho. Durante sua carreira de 50 anos, ela realizou mais de 80 filmes, mas seu perfeccionismo obsessivo, cada vez mais presente em seus últimos trabalhos, acabou lhe rendendo a fama de velha intransigente que nem mesmo a adoração de seus fãs conseguiu sobrepor. Ainda assim, ela se manteve como um dos ícones mais populares do cinema, um modelo para milhares de jovens mulheres que aspiravam ter sua imagem, seu estilo, seu poder magnético e sua independência inquestionável.
Encontrada por um caça talentos da MGM, assinou contrato com Hollywood em 1925. Sua vitalidade, seu charme e talento como dançarina lhe valeu muitos admiradores, entre os quais, alguns suficientemente poderosos para investirem em sua carreira, tais como William Haines, Paul Bern, Jackie Coogan, Sr. e Louis B. Mayer. Depois de algumas pontas e um pequeno papel em "A Mosca Negra", a batizaram com o nome artístico que ela odiou no primeiro instante: Joan Crawford.
À medida que suas habilidades como atriz se desenvolviam, ela se tornava conhecida por sua independência e persistência, apesar de alguns papéis obscuros. Sua aparência ligeiramente cheia do começo de carreira, logo foi substituída por um look mais enxuto com sobrancelhas grossas e batom forte que seria sua marca registrada. Sua capacidade de inspirar e usar com elegância as criações do designer de vestidos Adrian eram lendárias. Sua vida pessoal era caracterizada por autodisciplina e determinação em se superar, eliminando para sempre a sua origem infeliz. Ela casou-se quatro vezes e foi perseguida por inúmeros abortos espontâneos, então optou por adotar quatro filhos.

Participou de vários filmes que aqui apresentaremos em forma de clipes entre eles: "Sally, Irene and Mary", "Garotas Modernas", "Grande Hotel", "Amor de Dançarina", "Mulher Sublime", "As Mulheres", "Um rosto de Mulher", entre outros.

Estreia Mundial:
30 de Setembro de 1996
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: