Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Norman Lear

Norman Lear

Nomes Alternativos: Norman Milton Lear

2Número de Fãs

Nascimento: 27 de Julho de 1922 (98 years)

New Haven, Connecticut - Estados Unidos da América

Norman Lear nasceu em New Haven, Connecticut. Ele cursou o ensino médio em Hartford, a capital do estado. Fazia faculdade no Emerson College em Boston, capital do estado vizinho de Massachusetts, quando se alistou na Força Aérea do Exército dos Estados Unidos em 1942. Durante a Segunda Guerra Mundial, serviu no Mediterrâneo como operador de rádio e atirador num Boeing B-17 com o 772o Esquadrão de Bombardeio. Ele voou em 52 operações de combate, pelas quais foi agraciado com uma Medalha Aérea. Lear foi dispensado do Exército em 1945. Sua carreira militar é narrada nos livros Crew Umbriago, de Daniel P.Carroll, e 772nd Bomb Squadron: The Men, The Memories, da Turner Publishing Company.

Em 1959, Lear criou sua primeira série de televisão, um western de meia-hora chamado The Deputy, com Henry Fonda no papel principal. Inicialmente um escritor de comédias, e depois diretor de cinema (ele escreveu e produziu o filme de 1967 Divorce, American Style e dirigiu o filme de 1971 Cold Turkey, ambos estrelados por Dick Van Dyke), Lear tentou vender para a ABC uma ideia para uma sitcom sobre uma família operária. A emissora rejeitou o programa após a filmagem de dois pilotos. Após a filmagem de um terceiro piloto, a CBS comprou o programa, intitulado All in the Family. A primeira temporada do programa estreou em 21 de janeiro de 1971 e atingiu apenas a 34a posição na lista dos programas mais assistidos, mas conquistou vários Emmys, inclusive o de melhor seriado de comédia, e foi renovado. Durante a sua re-exibição no verão, o programa obteve ótimos índices de audiência e em sua segunda temporada já era o mais visto dos Estados Unidos, título que segurou por mais quatro anos. O programa é baseado na sitcom britânica Til Death Us Do Part, exibida na BBC, sobre um irritável Tory da classe trabalhadora e seu genro socialista.

O segundo sucesso de Lear na televisão estadunidense também é a adaptação de um seriado da BBC. Sanford and Son é baseado em Steptoe and Son, sobre um comerciante de sucata do oeste de Londres e seu filho. Lear mudou o cenário para o distrito de Watts em Los Angeles e os personagens para afro-americanos. Ele criou vários programas de sucesso em seguida, como Maude (cujo personagem-título seria baseado em sua então esposa Frances), The Jeffersons (ambos spin-offs de All in the Family) e One Day at a Time.

O que a maioria das sitcoms de Lear tinham em comum era que os personagens é que eram a força motriz das tramas, eram filmadas em sets que lembravam mais peças de teatro do que a maioria dos sets de sitcom, eram filmados com videotape ao invés de filme e, acima de tudo, tratavam dos temas sociais e políticos mais importantes de suas épocas. Ironicamente, a maioria dos seriados de Lear são considerados autobiográficos, apesar de que seus primeiros sucessos foram adaptados de programas da BBC.

O parceiro de produção de longa data de Lear foi Bud Yorkin, que foi produtor executivo de Sanford and Son. Os dois romperam a parceria em 1983 e Yorkin fundou sua própria produtora com os roteiristas Saul Turteltaub e Bernie Orenstein. Eles conseguiram produzir apenas um programa que durou mais de uma temporada, chamado What's Happening!!. A produtora de Lear e Yorkin era conhecida como Tandem Productions. Lear e o agente de talentos Jerry Perenchio fundaram a T.A.T. Communications (T.A.T. era uma sigla para "Tuchus Affen Tisch", que significa "Colocando o traseiro de alguém na linha" em iídiche) em 1974. A parceria foi uma das produtoras independentes mais bem sucedidas da televisão estadunidense na década de 1970. Nessa época, Lear criou o seriado Mary Hartman, Mary Hartman, que mais tarde se tornaria um clássico cult. Em 1978 ele deixou o cargo de produtor em seus programas para trabalhar num documentário sobre a crescente influência dos evangélicos de extrema-direita. O filme nunca foi lançado, mas as pesquisas estimularam Lear a se engajar no ativismo de esquerda.

Em 1982 a produtora comprou a Avco Embassy Pictures, produtora de filmes como The Graduate, The Lion in Winter e Carnal Knowledge, da Avco Financial Corporation. A companhia foi renomeada de Embassy Pictures e presidida por Alan Horn (atual presidente da Warner Bros. Pictures) e Martin Schaeffer, que mais tarde fundariam a Castle Rock Entertainment com Rob Reiner. Em 1985 Lear vendeu todas suas holdings em cinema e televisão para a Columbia Pictures (então propriedade da Coca-Cola Company) que adquiriu a divisão de cinema e televisão da Embassy por US$465 milhões em ações da Coca-Cola Company. Lear e o parceiro Jerry Perenchio dividiram o lucro líquido (cerca de US$250 milhões). A Coca-Cola mais tarde vendeu a divisão de cinema para Dino De Laurentiis e a de home video para a Nelson Entertainment.

A marca Tandem Productions foi abandonada em 1986 com o cancelamento de Diff'rent Strokes e a Embassy deixou de existir como entidade única no final de 1987. A divisão de televisão da Embassy virou a ELP Communications em 1988, mas os programas originalmente produzidos pela Embassy ficaram sob a marca Columbia Pictures Television de 1988 a 1994 e da Columbia TriStar Television de 1994 a 1998.

Lear tentou retornar à produção de televisão na década de 1990 com os programas Sunday Dinner, The Powers That Be e 704 Hauser, o último colocou uma família diferente no mesmo cenário de All in the Family. Nenhum dos programas fez sucesso, apesar de serem aclamados pela crítica.

Cônjuge: Lyn Lear (desde 1987), Frances Lear (de 1956 a 1986), Charlotte Lear (de 1943 a 1947)
Filhos: Kate Lear, Benjamin Lear, Madeline Lear, Ellen Lear, Maggie Lear, Brianna Lear

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.