Os Bravos Tártaros

1961

I tartari

Média geral 3.7
baseado em 3 votos
Sua avaliação:
salvando

m elenco de primeira, Welles e Mature, capitaneado pelo grande diretor, Richard Torpe, este épico italiano transformou-se em um filme fantástico. Na Rússia medieval, temos a rivalidade entre os clãs vizinhos: Tártaros e Vikings. Os Tártaros são impulsionados por um desejo de conquistar o controle da região, os Vikings, pelo vigor em confrontos sangrentos. Acabam as duas tribos sequestrando as esposas dos chefes rivais. Oleg (Mature) é forçado a encontrar pessoalmente com o chefe tártaro Burundai (Welles), que está com sua esposa Helga (Orfei) aprisionada, enquanto os Vikings estavam com a bela Samia (Cortez), confinada em segurança. A diferença está no tratamento dado aos prisioneiros. Helga é drogada e jogada por Burundai aos soldados, para ser estuprada. Samia é tratada com respeito e o filho Oleg se apaixona por ela. Com um final surpreendente, uma batalha às margens do Rio Volga e com a aldeia viking em chamas. Esta super produção é mais um
a bela obra-prima do cinema épico.

Estreia Mundial:
1961
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: