Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Pedro Laginha
3Número de Fãs

Nascimento: 17 de Março de 1971 (47 years)

Lisboa- Portugal

Inicia-se com a companhia de teatro Os Satyros onde, sob a direção de Rodolfo Garcia Vasquez integrou o elenco de espetáculos como Rusty Brown em Lisboa, de Miguel Barbosa; De Profundis, a partir de Oscar Wilde; Woyzek, de Georg Büchner; A Filosofia de Alcova, de Marquês de Sade. Trabalhou com Xosé Blanco Gil no Teatro Ibérico, onde participou em Sopinhas de Mel, de Teresa Rita Lopes e em O Leão Enganado, de Jean de La Fontaine. Trabalhou ainda no Teatro Aberto com José Wallenstein (Pêssegos, de Nick Grosso) e João Lourenço (Às Vezes Neva em Abril, de João Santos Lopes); no ACARTE com Paulo Filipe Monteiro (Área de Risco). Recentemente foi dirigido por António Feio no Teatro Villaret em Deixa-me Rir, de Alistair Beaton.

Em 1993, com a peça A Filosofia de Alcova esteve presente no Festival de Teatro de Avignon (França), no The Kirin Arts Festival (Cambridge – Inglaterra), no The Edimburgh Fringe Festival (Edimburgo – Escócia) e no Festival de Teatro da Juventude de Kiev (Kiev – Ucrânia).

Participou como ator em vários filmes - desde Alta Fidelidade, de Tiago Guedes e Frederico Serra; Cavaleiros de Água Doce e O Meu Sósia e Eu, de Tiago Guedes; Jogo de Glória, de Fernando Vendrell; Só por Acaso, de Rita Nunes; entre outras produções estrangeiras. Tem aparecido regularmente em séries televisivas.

Participou no recital Bhagavad-Guitá=Poema do Senhor (1996), transcriação de António Barahona, lendo poesia juntamente com os atores João Grosso e João D’Ávila, na Fundação Oriente.

Participou em 2007 como ator da telenovela Vingança, com a personagem Rui Borges.

Em 2008 participou da telenovela Resistirei, com o personagem Tiago Reis.