Saia Justa

2002

Saia Justa

Média geral 4.2
baseado em 52 votos
Sua avaliação:
salvando

Saia Justa é um programa de televisão exibido no canal por assinatura brasileiro GNT. Suas diversas apresentadoras ao longo dos anos foram Fernanda Young, Mônica Waldvogel, Rita Lee, Marisa Orth, Marina Lima, Betty Lago, Maitê Proença, Luana Piovani, Márcia Tiburi, Ana Carolina e Soninha Francine.
O Saia Justa estreou no GNT no dia 17 de abril de 2002 e, desde então, é um dos programas de maior audiência do canal.
Ancorado pela jornalista Mônica Waldvogel, a primeira formação contou com as participações da cantora e compositora Rita Lee, da atriz Marisa Orth e da escritora Fernanda Young. Em 19 de maio de 2004, Rita Lee se despediu do programa na edição especial de número 100. Depois de um período recebendo convidados especiais diferentes a cada semana, a cantora e compositora Marina Lima somou-se ao grupo em agosto do mesmo ano. A formação permaneceu até o final da temporada 2004. Em maio de 2005, o programa estreou nova temporada tendo Mônica Waldvogel com a filósofa e escritora Márcia Tiburi e as atrizes Betty Lago e Luana Piovani, incluindo também novo cenário e quadros inéditos.
Para 2006, Mônica Waldvogel, Márcia Tiburi e Betty Lago ficam, ganhando a companhia da atriz Maitê Proença e da cantora Ana Carolina.
Em 2007 com a saída de Ana Carolina, o programa recebeu uma nova integrante: Soninha Francine, vereadora de São Paulo, jornalista - com passagem pela TV Cultura - e ex-VJ da MTV Brasil. Porém questões relacionadas à vida política de Soninha abreviaram a sua participação. As apresentadoras Márcia Tiburi, Betty Lago, Maitê Proença e a âncora Mônica Waldvogel (que está desde a estreia do programa) passaram a apresentar o programa, nacional, de maior audiência do canal. Atualmente, é apresentado pelas jornalistas Mônica Waldvogel e Teté Ribeiro, pela atriz Camila Morgado, e conta com a participação dos atores Dan Stulbach e Eduardo Moscovis, o músico Léo Jaime e o jornalista Xico Sá.
Durante a formação anterior, o programa foi alvo de notícia na mídia portuguesa devido ao fato de ter sido divulgado um vídeo em que Maitê Proença ridiculariza os portugueses, cometendo diversas gafes sobre a história de Portugal e chegando mesmo a cuspir numa fonte do Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa.[1]
Todos os vídeos originais foram retirados da Internet pela Globosat, que alegou direitos autorais sobre eles, mas os portugueses conseguiram submeter à SIC o que havia passado em canal de lá. O programa é exibido em um horário fixo e reprisado em horários alternativos no GNT.

Estreia Brasil:
17 de Abril de 2002
Outras datas
Denunciar algo errado
Em DVD

Comentar: