filmow.com/usuario/chenriquemedeiros/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > chenriquemedeiros
(BRA)
Usuário desde Julho de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • C Henri

    Uma comédia com alguns pontos positivos e negativos. Apesar de tratar com humor e até sarcasmo de um tema de certo modo avançado para a época, como traição e divórcio, a forma como faz hoje em dia a torna um pouco envelhecida (não dá pra engolir por exemplo o argumento de que a mulher deve passar por cima do orgulho e perdoar a tração do marido). Mas apesar disso o filme tem até uns elementos que antecedem o feminismo que surgiria décadas depois, como a sororidade: há pelo menos uma dúzia de personagens, todas mulheres, não há atores no filme e os personagens masculinos não são mostrados (lembrei-se de "8 Mulheres" do François Ozon, que usa esse mesmo artifício). Algumas partes são meio enfadonhas - em especial uma longa sequência em cores (o filme é em preto e branco) de um desfile, que me pareceu totalmente dispensável e forçada, exceto pela beleza dos figurinos -, mas no geral vale a pena assistir pelo elenco incrível, que reúne Norma Shearer, Joan Crawford, Rosalind Russell, Paulette Goddard e Joan Fontaine. Quem rouba a cena aqui é a Rosalind Russell, e fiquei surpreso de saber que ela não concorreu ao Oscar, de todas foi a melhor atuação, como a personagem fofoqueira e falsa da história.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • C Henri

    Muito boa a parte "aventura" do filme - embora um pouco longa -, com aquela saga na floresta, etc, mas geralmente filmes que jogam tanto com a emoção da gente, como esse fez com diversas cenas pesadas e violentas, fazem isso para forjar em nós um sentimento de indignação que será aliviado com um clímax em um final catártico, como os filmes de vingança... Foi o que não gostei nesse, por não haver isso, pelo contrário houve na verdade alguns anticlímax, deixando a gente com um gostinho de quero mais. Por outro lado, isso o deixou mais realista e dramático. SPOILER. Talvez a diretora não tenha querido mostrar a "vingança" por parte da mulher por algum motivo, como se quisesse dizer que as mulheres não são tão baixas como alguns homens e não chegam ao nível deles. O final em que a personagem canta para ele denota isso e é comovente.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • C Henri

    Lembra bastante os filmes do Guillermo del Toro (e ele foi co-roteirista neste), mas utiliza receitas já tão manjadas que apesar de bem-feito tecnicamente, achei enfadonho e nada assustador como pretende ser, principalmente à base de muito efeito especial, que a propósito é outra coisa que não gosto muito em filmes de terror. O filme anterior do diretor André Øvredal, "A Autópsia", de 2016, é bem mais interessante e amedrontador.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Joezer
    Joezer

    Opa, valeu. Eu gosto de montar listas, que sejam enxutas e somente com filmes que considero bons, ou quero ver. Se achou algo interessante lá, conta como recomendação. xD E vi que você curte bastante filmes de terror, então fique à vontade pra indicar alguns (Eles encaixando na lista ou não).

    Té mais, conversamos!

  • Joezer
    Joezer

    Muito bom gosto por aqui, cara. Te adicionei, gostaria de acompanhar os bons filmes que você vê.

    Valeu!

  • Guilherme Oliveira
    Guilherme Oliveira

    Está aceito, meu caro. Seja bem-vindo!

    Vejo que é um entusiasta do cinema sul-coreano conteporâneo. Sendo assim, gostaria de indicar-lhe quatro películas. São elas: Hope, Bleak Night, Montage e Han Gong-ju. Espero que goste. Abraço!

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.