A morte comanda o cangaço

A morte comanda o cangaço

Média geral 3.6
baseado em 49 votos
Sua avaliação:
salvando
100 minutos

1929 - O Nordeste Brasileiro, vive um clima de agitação e violência. O cangaceiro Silvério é o apadrinhado do Coronel Nesinho, o todo poderoso da região. A fama sinistra de Silvério e seu bando domina e assombra os humildes habitantes de Serra Azul, nos sertões cearenses. Raimundo Vieira, pacato fazendeiro, vive com sua mãe num grande rancho, onde vive da criação de gado. Negando-se a dar dinheiro aos bandidos, vê suas terras invadidas por Silvério e seu bando. Sua mãe é assassinada covardemente, tendo a cabeça decepada e fincada no alto de um toco. Raimundo, ferido, é dado como morto. Após o massacre e ao ver a tétrica cena, jura vingança. Passa a organizar então um grupo para lutar contra os bandidos. Travam o primeiro combate e liquidam o Coronel Nesinho. Partem, em seguida, em busca de Silvério e seu bando, atravessando a caatinga com a ajuda de um rastejador. Encontram o esconderijo do inimigo e tem início um violento ataque surpresa, que se prolonga por toda a noite, deixando no local um rastro de morte e destruição.

O filme foi sucesso de crítica e de bilheteria e é considerada um dos melhores filmes do gênero. Chegou a ser indicado oficialmente pelo Brasil ao Oscar para concorrer na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

Estreia Brasil:
1960
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: