Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Jane Wyman

Jane Wyman

Nomes Alternativos: Sarah Jane Mayfield

44Número de Fãs

Nascimento: 5 de Janeiro de 1917 (90 years)

Falecimento: 10 de Setembro de 2007

St. Joseph, Missouri - Estados Unidos da América

Nascida Sarah Jane Mayfield em Saint Joseph, Missouri, no dia 04 de janeiro de 1914 e falecida em Palm Springs, na Califórnia, no dia 10 de setembro de 2007, Jane Wyman foi uma atriz americana. Filha de um ex-prefeito da cidade de St. Joseph, Jane foi incentivada pela mãe, que a queria como menina-prodígio. Após muitas tentativas infrutíferas de ingressar na carreira artística, vivendo vários meses em Hollywood, desistiu da idéia.
Ingressou na Universidade do Missouri, ganhando a vida como manicure e telefonista, e em 1932 Jane começou a cantar no rádio, até que em 1936 assinou seu primeiro contrato, com a Warner Bros. Pictures. O primeiro filme foi Gold Diggers of 1937 (“Cavadoras do Ouro de 1937”), feito em 1936. Ela estrelou dois filmes do estúdio com o então futuro marido, que foram Brother Rat em 1938 e a seqüência, Brother Rat and a Baby em 1940.
Por 10 anos a atriz fez pequenos papéis em filmes sem importância na Warner. Billy Wilder, então, a emprestou para The Lost Weekend (“Farrapo Humano”), em 1945, filme vencedor do Oscar. A partir de então, foi reconhecido seu talento e estrelou, para a MGM The Yearling (“Virtude Selvagem”), em 1946, que lhe valeu indicação ao Oscar, e para a RKO Magic Town (“Cidade Mágica”), em 1947.
A Warner finalmente a aproveitou no papel da jovem surda-muda vítima de um estupro, em Johnny Belinda (“Belinda”), em 1948, que lhe valeu o Oscar de atriz. Teve mais duas indicações ao Oscar, em 1951, por The Blue Veil (“Ainda Há Sol em Minha Vida”), e em 1954, em Magnificent Obsession (“Sublime Obsessão”).
Ela foi a primeira mulher do ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, com quem esteve casada de 1940 a 1948. Ronald Reagan foi o terceiro marido da atriz, e o único com o qual teve filhos, dois biológicos e um adotivo. A filha Maureen Reagan é cantora e atriz de TV.
Seu primeiro marido foi Ernest Eugene Wyman (1961 a 1965), depois se casou com Myron Futterman em 1937 e se divorciou dele em 1938, depois viria Ronald Reagan (1940 a 1948), em seguida Fred Karger (1952 a 1954) e se casou pela segunda vez com ele em 1961 mas novamente se divorciando em 1965.
Wyman, que nos anos 80 participou da popular série de TV Falcon Crest, casou-se cinco vezes, chegando a declarar em certa ocasião: "Acho que não tenho talento para isso, algumas mulheres não são do tipo casamenteiro, ou, pelo menos, não do estilo para ficar casada permanentemente, e eu sou uma delas".
A atriz tinha se afastado do cinema desde 1993, e faleceu aos 90 anos, vitimada por uma artrite e diabetes.
Indicação ao Oscar de atriz em The Yearling (“Virtude Selvagem”), em 1946.
Oscar de atriz em Johnny Belinda (“Belinda”), em 1948.
Indicação ao Oscar de atriz em The Blue Veil (“Ainda Há Sol em Minha Vida”), em 1951
Indicação ao Oscar de atriz em Magnificent Obsession (“Sublime Obsessão”), em 1954.

Cônjuge: Fred Karger (de 1961 a 1965) (de 1952 a 1955), Ronald Reagan (de 1940 a 1949), Myron Futterman (de 1937 a 1938), Ernest Eugene Wyman (de 1933 a 1935)
Filhos: Maureen Reagan, Michael Reagan, Christine Reagan