Luz dos Meus Olhos

1947

Luz dos Meus Olhos

Média geral 4.0
baseado em 1 votos
Sua avaliação:
salvando

Roberto, um pianista cego, havia composto uma música para Suzana, uma mulher a quem amara e de quem se separara desde a perda da visão. Vivendo como afinador de pianos, um dia, ao atravessar a rua, encontra-se com um moleque que se prontifica a acompanhá-lo como seu guia. Auxiliando-se mutuamente, nasce entre ambos uma amizade forte. De um lado o cego, precisando de um guia; de outro, um moleque, que queria um amigo. Chamado para afinar um piano em certa casa, ao tirar as primeiras notas de sua canção favorita, 'Luz dos meus olhos', que compusera para Suzana, esta reconhece no cego o companheiro de aulas de música, seu amigo Roberto. Renasce entre ambos aquela amizade, quase amor, quando o noivo de Suzana chega para o casamento. Para evitar uma decepção ao seu companheiro, o guia inverte o sentido de uma carta em que Suzana explicava o seu noivado. Mas Roberto reconhece que fora burlado e perde Suzana e o guia. Mas o amor por Roberto falou mais alto em Suzana e, um dia, ela o encontra de novo, desta vez para nunca mais se separarem. E o guia volta também a ter o amigo fiel dos outros tempos, dos tempos difíceis em que ele era a visão do pobre cego apaixonado.

Estreia Mundial:
1947
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: